Deixar de fumar: manter-se livre do tabaco para sempre

deixar de fumar, Deixar de fumar, manter-se afastado do tabaco implica superar a eliminação da nicotina a dois níveis: físico e psicológico.

Do ponto de vista físico, pode experimentar alguns sintomas irritantes, bastante incómodos, mas que não põem em risco a vida. Não estar preparado para resistir a esses sintomas, pode ser o motivo que o leva a voltar a fumar. Assim, a reposição de nicotina pode ser necessária, além de outros medicamentos que podem ajudar a reduzir os sintomas ligados à sua abstinência. No entanto, a maioria dos fumadores considera que, deixar de fumar e eliminar o hábito do ponto de vista psicológico é um desafio maior.

No fumador, os hábitos do consumo de tabaco estão ligados a momentos muito específicos da rotina diária: acordar pela manhã, quando lê o jornal ou vê televisão, depois de comer e quando vai tomar café, entre outras circunstâncias. Uma mudança de comportamento para cortar com a ligação que existe entre fumar e essas atividades é fundamental. Isto não acontece de um dia para o outro. É preciso desligar essa relação na sua memória. Leva algum tempo, mas é possível. Pode haver momentos de grande tentação, com fortes desejos de fumar. Por isso, concentre-se no seu objetivo: não fumar. E superar momento a momento procurando uma explicação racional para acender um cigarro.

Há hábitos de rotina que mantemos e que não têm qualquer fundamento ou lógica. Vejamos alguns exemplos mais comuns no que respeita ao tabaco:

– Vou fazer isso uma vez para ultrapassar este momento difícil.

– Hoje não é um bom dia. Começo amanhã.

– É o meu único vício.

– Afinal é assim tão perigoso fumar? O meu avô e o meu pai fumaram a vida toda e viveram até aos 90 anos.

– Tenho que morrer de alguma coisa.

– A vida não tem piada sem tabaco.

A estes exemplos podemos juntar muitas outras falsas justificações.

Deixar de fumar: estratégias úteis

Depois de alguns dias sem tabaco, anote algumas das pseudojustificações que lhe vão chegando à mente e que baralham a boa decisão que tomou: deixar de fumar!
Faça uma avaliação ponderada, prepare estratégias e medidas de ação para ultrapassar esses desvios para um pensamento claro. Aproveite para utilizar algumas destas estratégias de modo a manter-se definitivamente afastado do consumo do tabaco:

  1. Evite tentações: afaste-se de locais e pessoas que o ligam ao tabaco. Com o tempo, saberá lidar com isso e com mais confiança.
  2. Mude os seus hábitos. Beba sumos naturais ou água em vez de álcool ou café. Escolha alimentos que não o condicionem a ter vontade de fumar. Vá por um caminho diferente para o trabalho. Faça uma caminhada para substituir a pausa destinada a fumar um cigarro.
  3. Escolha coisas saudáveis para mastigar: Use substitutos para colocar na boca como chicletes ou pastilhas sem açúcar, vegetais crus em palitos ou sementes de girassol.
  4. Mexa-se, torne-se ativo: faça alguma atividade para reduzir o stress. Exercite-se ou faça algo que mantenha suas mãos ocupadas, ajudando-o a afastar-se do desejo de pegar o cigarro. Faça uma caminhada ou dedique-se à jardinagem, construa uma pequena horta.
  5. Respire profundamente de forma calma e relaxante: quando fumava, respirava profundamente para inalar o fumo. Quando surgir o desejo, respire profundamente e imagine seus pulmões a encher de ar fresco. Lembre-se da sua decisão, das razões que o levaram a eliminar o tabaco e dos benefícios que vai obter como ex-fumador.
    A respiração profunda também pode ajudá-lo a lembrar-se que o seu corpo está a limpar as toxinas do tabaco.
  6. Aguarde: se sentir desejo em acender um cigarro, aguarde! Estabeleça um tempo de espera: 10 minutos. É uma medida simples para que o desejo diminua.
  7. Presenteie-se: deixar de fumar não é fácil, merece uma recompensa. Coloque o dinheiro que gastaria em cigarros num frasco todos os dias. Com ele, compre um livro, uma música, planeie uma viagem, inicie um novo hobby. Ou guarde o dinheiro e faça atividades que não custam dinheiro: visite um parque ou uma biblioteca. Procure por museus, centros comunitários e instituições educativas com aulas gratuitas, exposições, filmes e outras coisas para fazer.
Fonte de informação: texto adaptado de https://www.cancer.org/healthy/stay-away-from-tobacco/guide-quitting-smoking/staying-tobacco-free-after-you-quit-smoking.html; Créditos da imagem: https://smokefree.gov/stay-smokefree-good/stick-with-it/how-to-stay-smokefree