Adoptar um estilo de vida saúdavel

Sushi: os seus melhores companheiros

sushi

Servidos ao lado das pequenas peças de sushi, enriquecem nutricionalmente o prato japonês e levam à descoberta de outros paladares. Em diversos estudos científicos, já publicados, confirmam-se os diferentes efeitos protectores que cada um dos temperos e especiarias podem ter, mesmo em pequenas quantidades.

Couve-de-Bruxelas: a europeia

Aproveite a couve mais europeia da família das crucíferas, a de bruxelas! Está quase a acabar a sua estação, ou “season” como dizem alguns dos nossos parceiros europeus. A colheita da couve-de-bruxelas começa em Setembro e acaba em Março, e se ainda pode saboreá-las frescas, para quê perder a oportunidade?

Rabanetes: pequenas subtilezas que mudam tudo

Por vezes as pequenas subtilezas mudam tudo. Os rabanetes defendem na perfeição esta ideia quando se trata de selecionar vegetais para compor saladas ricas e nutritivas. A primeira proposta passa pelos Cherry Belle, pequenos rabanetes vermelhos disponíveis, tanto nos mercados locais, como nas grandes superfícies.

Rúcula: sair da monotonia

Preparar uma salada com folhas de rúcula é, por certo, sair da monotonia. Conte lá! Não será uma, nem duas, nem mesmo três, o número de vezes durante a semana em que, ao pedir uma salada, não lhe servem senão umas folhas de alface acompanhadas de rodelas de tomate; noutras ocasiões, se tiver sorte, pode ter direito a alguns farrapos de cenoura.

Agrião: aos molhos!

Passe tranquilamente os olhos pela banca dos hortícolas, no mercado onde costuma fazer as compras para a casa. Encontrou molhos de agriões muito verdes? Compre-os! É o momento certo para introduzir este hortícola nas refeições e retirar os benefícios das suas qualidades nutritivas comprovadas cientificamente.

Couve – flor que nutre!

As flores dão-nos alegrias, oferecem cores e cheiros carregados, ora de memórias, ora de emoções. Mas há um tipo de flores, pequenos botões de flor, também denominados pedúnculos florais que, não chegando a abrir, constituem a couve-flor. Estamos, portanto, perante uma flor que nutre.

Nabo e Nabiça: uma origem, destinos diferentes, mais proteção

O nabo é uma raiz e a nabiça é claramente a folha. Esta classificação, quanto à constituição, da planta destinada à alimentação não oferece dúvidas. Têm destinos diferentes mas utilizam-se quase sempre na confecção de coisas muito simples, deliciosas e saudáveis como são as sopas e as saladas.

Sushi: os seus melhores companheiros

Para completar a rubrica sobre o sushi falta falar dos acompanhamentos, os seus melhores companheiros. Servidos ao lado das pequenas peças de sushi, enriquecem nutricionalmente o prato japonês e levam à descoberta de outros paladares. Em diversos estudos científicos, já publicados, confirmam-se os diferentes efeitos protectores que cada um dos temperos e especiarias podem ter, mesmo em pequenas quantidades.

Couve-de-Bruxelas: a europeia

Aproveite ainda a couve mais europeia da família das crucíferas, a de bruxelas! Está quase a acabar a sua estação, ou “season” como dizem alguns dos nossos parceiros europeus. A colheita da couve-de-bruxelas começa em Setembro e acaba em Março, e se ainda pode saboreá-las frescas, para quê perder a oportunidade?