Adoptar um estilo de vida saúdavel

Leite materno: questões frequentes, respostas congruentes

Está provado que os bebés alimentados ao peito têm menor probabilidade de infecção que os alimentados com fórmulas infantis. O leite materno contém nutrientes essenciais, anticorpos e outros fatores importantes para o crescimento do bebé que não podem ser substituídos. Esclarecemos algumas questões frequentes em relação ao leite materno. Existem vários tipos de leite materno? […]

Iodo: suplementação materna no período pós parto

Uma das preocupações da mãe é garantir que o leite oferecido ao seu bebé é suficientemente rico para que o lactente aumente de peso adequadamente.
De forma a contribuir para a ingestão apropriada de iodo há, naturalmente, que assegurar uma alimentação variada, incluindo alimentos que, habitualmente, são fontes de iodo, em particular: pescado, leguminosas e hortícolas e, ainda, leite e outros produtos lácteos. Recomenda-se, também, a substituição do sal comum por sal iodado.

Leite materno: para o menino e para a menina

A composição ao longo das fases da lactogénese é variável. O colostro, produzido nos 3 primeiros dias após o parto é, comparativamente ao leite “maduro”, mais rico em proteínas e menos em hidratos de carbono.

O bom, o mau e o vilão

O último texto foi dedicado à amamentação e, numa espécie de “ideia em série”, surge agora o tema: que diferenças entre leite materno, fórmulas infantis e leite de vaca?

Amamentação: o benefício a dois!

A amamentação ou aleitamento materno exclusivo significa que o latente recebe unicamente leite materno e nenhum outro líquido ou sólido à exceção de gotas ou xaropes de vitaminas, suplementos minerais ou fármacos.