Adoptar um estilo de vida saúdavel

Gostou? Partilhe

Praticar yoga: como encontrar o centro de gravidade físico

A prática de yoga é composta fundamentalmente pela realização de posturas. Para esta realização se tornar plena, o praticante, tem de se munir de dois aliados fundamentais: a concentração, ou seja, a plena atenção no momento presente e saber usar a respiração como alicerce para a realização da postura sem hiperventilação ou suspensão do ato de respirar. A respiração deve processar-se de forma fluida e coordenada com o tipo de movimento. Se o movimento corresponde à expansão da caixa torácica então faz sentido, que se inspire nesse momento, porque ao encher a caixa torácica de ar, estamos a contribuir para o seu alargamento. O movimento contrário pressupõe a expiração, pois ao fechar a caixa torácica faz sentido contribuir com a expiração, para ajudar o movimento a fluir.

Esta consciência da coordenação do movimento com a respiração, permite perceber e saber escutar o movimento do corpo e deste modo atender às suas necessidades. Para perceber todos estes mecanismos entre respiração, movimento, atenção ao corpo, só é possível quando a mente está plenamente presente no momento.

É a reunião de todos estes parâmetros que permite a descoberta do centro de equilíbrio do corpo.Todas as posturas de yoga, requerem essa necessidade de perceber onde a gravidade influi na construção da postura. Quando se percebe o centro de gravidade físico, a postura deixa de ser feita com esforço e tal como a respiração, o movimento flui, permitindo maior estiramento, torção e equilíbrio.

A prática de yoga, não significa esforço, significa harmonia entre movimento, respiração e consciência do momento presente. Assim, há garantias de uma prática física respeitadora, mas ao mesmo tempo desafiadora de quem somos física e psicologicamente, para que em cada asana (ou postura) haja uma maior consciência de si, ao nível físico e psicológico, permitindo perceber que a postura pode sempre ser aperfeiçoada.

É também com esta atitude que se percebe o fascínio que o yoga exerce sobre o praticante. Tudo fica melhor quando se percebe quem se é, o que se deseja ser e para onde se quer ir na construção de si e do mundo envolvente.

Quando se encontra o equilíbrio físico, quando se mantém uma asana de equilíbrio (por exemplo Kakasana), durante um certo período de tempo, é fácil intuir que a mente está calma, que a respiração flui e que o momento presente, é o momento a viver.

Noa alunos idosos e não só, a perceção do centro de gravidade físico é fundamental para garantir a estabilidade física nos desequilíbrios na locomoção, assim como na passagem, por exemplo, das posturas com a cabeça na direção do chão para a posição de supinação.

[fonte]Créditos da imagem: https://www.fitzabout.com/yoga/crow-pose-kakasana/[/fonte]

A prática de yoga conduz o praticante a uma perceção de quem é. Conheça algumas verdades sobre o yoga e avalie os benefícios da sua prática.
Neste artigo exploramos o que é o autocuidado na saúde e na doença e quais são os fatores que podem influenciar.
O diagnóstico de uma surdez genética não-sindrómica é feito a partir de testes genéticos moleculares. Saiba mais sobre o tema.
O Código Europeu Contra o Cancro descreve medidas para que cada um possa adotar e reduzir o risco de cancro. Conheça as 12 medidas.