Microbioma saudável para uma saúde digestiva forte

Share on Facebook24Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Um microbioma saudável contribui substancialmente para promover a saúde digestiva.

As bactérias, vírus e fungos que vivem dentro nós e habitam a barreira epitelial do intestino formam o microbioma intestinal. Esta comunidade de microorganismos influencia as funções fisiológicas locais e sistémicas, desde a manutenção da homeostase até a regulação do metabolismo, da hematopoiese, na inflamação, na imunidade e outras funções ao nível sistémico.

Diversos fatores afetam a composição do microbioma, e entre eles, está a alimentação. Podemos contribuir para equilibrar os microorganismos que colonizam o intestino e, assim, influenciar positivamente a saúde intestinal preferindo certos alimentos. Como resultado, milhões de microorganismos podem trabalhar para si ou contra si; a nosso favor e da nossa saúde ou contra tudo isso.

Os alimentos ricos em fibras dietéticas como os frutos, os hortícolas,  os grãos integrais, bem como os alimentos probióticos são as melhores opções para promover o desenvolvimento das bactérias intestinais e o equilíbrio do microbioma.

Shilpa Ravella é gastroenterologista e na sua lição através do vídeo animado da TED-ed dá algumas orientações gerais para a saúde digestiva, esclarecendo como a alimentação que fazemos pode afetar as bactérias que vivem no intestino e quais os benefícios que retiramos dessa relação.

Assista ao vídeo (legendas em português disponíveis, usando os comandos no canto inferior direito).

Referências:Roy, S., & Trinchieri, G. (2017). Microbiota: a key orchestrator of cancer therapy. Nature Reviews Cancer17(5), 271-285. Créditos da imagem:https://ed.ted.com/

Sobre Stop Cancer Portugal

Estar informado sobre como prevenir o cancro é o primeiro passo para garantir uma vida plena de saúde. Está pronto para começar? Concentre-se na prevenção, é saúde a longo prazo.