Qual é o padrão do sono ideal? Acerte o seu relógio interno

Share on Facebook67Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Reencontrar o padrão do sono ideal passa, em grande medida, por acertar o relógio interno. A qualidade do sono está diretamente ligada ao estilo de vida que leva.

Identifica-se com algum destes padrões de vida? Viagens constantes seguidas de “jet lag”, negócios 24 horas por dia, trabalho por turnos? Noitadas em frente a um portátil? Ao smartphone? Noites perdidas no zapping de 167 ou mais canais de televisão?

Os hábitos modernos influenciados pelos horários urbanos, estão a descontrolar o nosso relógio biológico. Um relógio interno que evoluiu e se desenvolveu para lidar com 12 horas de luz solar e 12 horas de escuridão, determinando o ritmo natural da nossa espécie.

O sono serve vários propósitos: restauração de energia, imunocompetência, homeostase metabólica do cérebro, ontogênese neural, processamento cognitivo e emocional e mais alguns.

O sono é fundamental para a memória, no trabalho, na atenção, nas tomadas de decisão e no desempenho motor e visual.

Os desvios do padrão do sono, como a redução das horas de sono, as alterações do sono comprometem o desempenho cognitivo, diminuem a produtividade, precipitam os acidentes e têm impacto na saúde global.

Jesse Gamble explica: o nosso relógio biológico, é muito importante na nossa vida, mas luta quotidianamente contra os horários modernos de 16 horas conquistados pela luz artificial. Assista à sua primeira conferência TED sobre “O nosso ciclo natural do sono não é nada semelhante com o que fazemos ”.


Referências: Samson, D. R., & Nunn, C. L. (2015). Sleep intensity and the evolution of human cognition. Evolutionary Anthropology: Issues, News, and Reviews,24(6), 225-237.; Créditos da imagem: https://iis-5.playbuzz.com/popbuzz10/could-you-surive-going-on-tour-with-fall-out-boy 

Sobre Stop Cancer Portugal

Estar informado sobre como prevenir o cancro é o primeiro passo para garantir uma vida plena de saúde. Está pronto para começar? Concentre-se na prevenção, é saúde a longo prazo.