Plantar dentes de alho é simples e viável

Hoje pode aprender a cultivar alhos e plantá-los duas vezes por ano: agora no outono e na primavera, utilizando dentes de alho do ano anterior.

O alho pertence à família das cebolas e pode cultivar-se ao ar livre, em vasos ou no parapeito  das janelas. É um tempero imprescindível na gastronomia mundial.

Recorda-se que na primeira rubrica do “+ Saúde por Metro Quadrado”, se referiu que a terra serve de suporte ao cultivo e, deve ser rica em nutrientes?

No caso dos alhos, a terra deve ser húmida e com boa drenagem.

Como se processa o cultivo de dentes de alho?

Pegue em alguns dentes de alho e siga as instruções:

  1. Efetue a plantação com uma profundidade de 2,5 cm, com a extremidade pontiaguda do dente de alho voltada para cima;
  2.  O espaçamento entre as linhas de cultivo no metro quadrado deve ser aproximadamente de 15 cm, dando origem a 6 linhas de alho, podendo no fim colher 36 cabeças deste. Não comprima os dentes no solo porque tal procedimento inibe o desenvolvimento das raízes;
  3. Desenterre as cabeças de alho logo que a folhagem amarelece (amadurecimento). Retire-as e deixe secar sobre a terra.
  4.  A colheita é feita em Março, quando detetar o amadurecimento dos bolbos. Antes do armazenamento, coloque  em sacos de rede, guardados em local fresco.

Plantar alguns alhos, tudo feito por si é simples e viável. Se comparar o preço de venda nos hipermercados com o custo do seu cultivo vai ver que vale a experiência e provavelmente vai repeti-la. Num hipermercado, 250 g de alhos custa em média 2,30€. Assim, usa o espaço que tem em casa, vê e sabe como cresceu o que vai comer.

Para além da redução do risco de cancro, o consumo diário de alho na alimentação está associado a diversos efeitos cardioprotetores como se verifica com a redução significativa da agregação plaquetária e formação de coágulos; com a redução dos níveis séricos do colesterol; com a inibição da atividade de enzimas inflamatórias e outros componentes envolvidos no processo de inflamação e que estão diretamente responsabilizados na formação da aterosclerose e no endurecimento das artérias.

Um metro quadrado de terra cultivada com alguns dentes de alho e veja o que pode receber ao fim de algum tempo: temperos grátis e benefícios extra.

Referências: Alberto Gardé, Nydia Gardé. Culturas Hortícolas Nova Colecção Técnica Agrária. Vol. I. Lisboa: Clássica Editora, 1988.;Almeida, Domingos. Manual de Culturas Hortícolas. Vol. II. Lisboa: Editoral Presença, 2006.;Biggs, T. (1980). Culturas Hortícolas , horticolas para saladas, couves e nabos, horticolas para aproveitamento de caules, vagens, raizes e frutos, plantas condimentares (37 010/3885 ed., Vol. 10). (F. L. Castro, Ed., & E. a. Ripado, Trad.) Publicações Europa-América , colecção.

Catarina Santos

Catarina Santos, natural de Alpedrinha (Fundão), licenciada em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar (ESACB-2012), atualmente, frequenta a licenciatura de Dietética na Escola Superior de Saúde de Leiria. Interessa-se pela área das Tecnologias de Produção Animal e Vegetal e pela Nutrição ma (...)