Tomate-cereja, um cherry para partilhar em família

Imagem1O tomate-cereja é uma variedade botânica que deriva do tomate comum, pesando 10 a 30 gramas. A cor superficial do fruto maduro pode ser amarela, rosada, laranja ou vermelha.

As principais regiões produtoras de tomate a nível mundial situam-se em climas do tipo mediterrâneo e de savana tropical. Portugal é um exemplo de clima mediterrâneo, logo é ótimo para plantar este fruto.

As fases do ciclo vegetativo do tomate-cereja passam por: germinação; desenvolvimento vegetativo; floração e frutificação. A duração do ciclo é de 90 a 120 dias após a plantação. A variedade a comprar é do tipo anã, para que se possa desenvolver tanto no vaso como num metro quadrado.

O tomate é uma cultura de estação quente, exigente em temperatura e sensível à geada. A cultura ao ar livre desenvolve-se com uma temperatura média de 16°C, acima dos 30°C a qualidade do fruto é prejudicada.

Como cultivar tomate-cereja?

Siga as próximas instruções para executar um correto cultivo desta variedade:

  1. O tomate-cereja pode ser instalado por sementeira direta (colocar as sementes no local onde quer obter o fruto) ou por transplantação (pé de tomateiro pouco desenvolvido);
  2. Executar mobilizações superficiais cuidadosas no caso de se efetuar a sementeira;
  3. A plantação deve ocorrer nos princípios de Março e a colheita ocorrerá até meados de Junho;
  4. A distância entre as plantas na linha pode variar entre 10 a 20 cm;
  5. Durante o crescimento da cultura, num vaso deve aplicar por dia aproximadamente meio litro de água;
  6. É aconselhável terminar a rega 10 a 20 dias antes da data prevista para a colheita.

imagem2O tomate por si só possui inúmeros atributos nutricionais que melhoram e completam uma alimentação variada e equilibrada. Além de todas as suas qualidades junte-lhe o facto de ser pequeno, atrativo, doce e de textura característica. Vai aperceber-se que é um alimento excelente para compor as saladas das crianças. E não só, o tomate-cereja é geralmente bem aceite e fresco, acabadinho de apanhar, conquista a família e os amigos.

 

Referências: Almeida, Domingos. Manual de Culturas Hortícolas. Vol. II. Lisboa: Editoral Presença, 2006.

Catarina Santos

Catarina Santos, natural de Alpedrinha (Fundão), licenciada em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar (ESACB-2012), atualmente, frequenta a licenciatura de Dietética na Escola Superior de Saúde de Leiria. Interessa-se pela área das Tecnologias de Produção Animal e Vegetal e pela Nutrição ma (...)