Adoptar um estilo de vida saúdavel

Gostou? Partilhe

Seja curioso, ação da quimioterapia nas células tumorais

A quimioterapia tem como objetivo o tratamento de doenças neoplásicas. A sua administração pode ser isolada ou em combinação, de forma a atuar a nível celular e interferir no seu processo de crescimento e divisão. A maioria dos citotóxicos usados na quimioterapia não destrói de uma forma seletiva e exclusiva as células tumorais. São substâncias que em geral são tóxicas para os tecidos de rápido crescimento, caracterizados por uma alta atividade mitótica e ciclos celulares curtos.

A divisão e o crescimento das células apresentam uma determinada sequência de eventos a que se dá o nome de ciclo celular e cujo resultado final é a formação de duas células.

Para que isso aconteça as células passam por cinco fases. A fase G0 ou fase de descanso é uma fase não proliferativa dos tecidos, pois estes não se dividem, razão pela qual não são vulneráveis à ação dos citotóxicos promovendo as recidivas e metástases.

A fase G1, representa o inicio do processo de divisão celular onde ocorre a síntese do RNA e das proteínas necessárias à formação do DNA. Tem uma duração que pode variar de horas a anos.

Na fase S que é a que se segue, ocorre a síntese do DNA havendo a duplicação do material genético. A sua duração varia entre 10 a 30 horas.

Seguidamente a célula entra na fase G2 ou pré-mitótica, onde ocorre a síntese de RNA e de proteínas importantes para a o processo de divisão, tendo esta fase a duração de uma a doze horas.

A última fase é a fase M onde ocorre a separação dos cromossomas e consequentemente a duplicação das células ou seja a formação das células-filhas idênticas.

Todas as células normais ou neoplásicas passam pelas mesmas fases para se dividirem. A diferença básica consiste no facto de nas células normais a sua produção ocorrer de forma a preencher as necessidades, havendo um balanço entre as que nascem e as que morrem enquanto que as neoplásicas continuam a sua multiplicação, não obedecendo ao comando de cessação da multiplicação.

O conhecimento da cinética do ciclo celular e tumoral é importante para o conhecimento acerca do tratamento com citotóxicos. Sabe-se que estes medicamentos atuam nas células que estão em processo de divisão ativa, sendo mais eficazes quando usadas precocemente, ou seja quando o tumor é ainda pequeno. Também apresentam uma atuação mais eficaz nos tumores de rápido desenvolvimento pois estes são mais suscetíveis à ação dos citotóxicos.

Daí a necessidade de cada individuo se tornar curioso. Quanto mais cedo for descoberto um tumor, mais probabilidades existem de cura tanto com citotóxicos como com outras formas de tratamento.

[fonte]  Fontes de Informação: Bonassa, Edva. (2000) Enfermagem em quimioterapia. Atheneu. Phipps; Long; Woods & Cassmeyer. (2009). Enfermagem Médico-cirurgica. Conceitos e prática clínica. Lusodidacta. Costa, C.; Magalhães, H.; Félix, R.; Costa, A. & Cordeira, S. (2005). O Cancro e a Qualidade de Vida. Novartis. Créditos da imagem:Richard Wheeler (Zephyris) 2006. Schematic representation of the cell cycle. Cytokinesis forms rapidly in the process of the cell cycle. [/fonte]

A prática de yoga conduz o praticante a uma perceção de quem é. Conheça algumas verdades sobre o yoga e avalie os benefícios da sua prática.
Neste artigo exploramos o que é o autocuidado na saúde e na doença e quais são os fatores que podem influenciar.
O diagnóstico de uma surdez genética não-sindrómica é feito a partir de testes genéticos moleculares. Saiba mais sobre o tema.
O Código Europeu Contra o Cancro descreve medidas para que cada um possa adotar e reduzir o risco de cancro. Conheça as 12 medidas.