O Grito do Silêncio

Ao concluirmos um curso ou uma formação em qualquer área caímos por vezes na tentação de considerar que quase tudo o que precisamos para iniciar uma profissão já vem incluído no “pacote” e depois será a bendita experiência a rematar as pontas soltas que possam aparecer.

No entanto imaginem a nossa desilusão ou espanto quando descobrimos que houve uma matéria, que pode fazer toda a diferença mas nunca foi abordada.

Grito

É com este espanto, senão desilusão que convivo diariamente. Chamo a isto “Grito do Silêncio” e  aplica-se a todos nós, independentemente de idade, sexo, profissão ou estado de saúde. Tem a ver com todos os pequenos gestos, acções, palavras que ficam escondidas atrás de chavões e por vezes querem dizer tanto.

Infelizmente cada vez mais se ouve estes gritos vindos das mais diversas direcções. E a nossa alienação e surdez torna-se tanta que nem conseguimos escutar aquela voz baixa e discreta que está dentro de nós.

Como consequência disso, diariamente sou confrontada com processos de diagnóstico tardio, procura de ajuda lenta ou resistência a modificar hábitos que possam efectivamente favorecer o nosso bem-estar.

E se a nossa ignorância do mundo em geral é grave, a nossa auto-ignorância só pode resultar num desfecho desastroso, por isso defendo, reclamo, exijo um transplante de visão, onde o Eu e o Nós sejam importantes sem serem egoístas, sejam valorizados sem serem tiranos, para que a nossa passagem pela vida se faça da maneira mais suave e apreciada possível.

Mónica Castro, Enfermeira, Bacharel desde 1996, pela Escola Superior de Enfermagem de São João e Licenciada desde 2004 pela Escola Superior de Enfermagem D. Ana Guedes. A exercer funções de enfermagem desde 1996 até 2012 num serviço de internamento Medicina Oncológica/Quimioterapia em Portugal e desde 2012 a exercer funções num serviço de internamento que engloba Oncologia, Hematologia e Transplantes, no Reino Unido. Formador com CAP desde 2010. Em Portugal colaborou com a Europacolon Portugal em vários projetos relacionados com a prevenção primária nas escolas secundárias da zona Norte e num projeto de apoio a doentes com cancro Colo-Rectal e seus familiares na Área do Grande Porto. Atualmente em fase de desenvolvimento profissional com a inscrição em Cursos relacionados com Linfoma e Mieloma. Colaboradora do Stop Cancer Portugal desde Março de 2010.     Mónica Castro, Nurse, Bachelor since 1996, from São João Nursing School and Licensed since 2004 from D. Ana Guedes School of Nursing. Working as a nurse from 1996 to 2012 in a inpatient Medical Oncology / Chemotherapy in Portugal and since 2012 working in a Oncology, Hematology and Transplantation ward in the UK. In Portugal collaborated with Europacolon Portugal in various projects related to primary prevention in secondary schools in the northern area and a project to support patients with colorectal cancer and their families in the Great Oporto Area. Currently developing professional skills with courses related to Lymphoma and Myeloma area.