A prática do yoga durante o período de férias

Quando se é praticante de yoga, durante o período de férias, normalmente, abandona-se a prática numa clara atitude de “férias são férias”.

Mas existem pessoas que têm a necessidade de continuar a praticar yoga. Por isso, questionam-me muitas vezes, como continuar a sentir que se goza as férias, sem sentir a pressão de que se está em falta para consigo mesmo. De facto, quando numa família só um ou dois dos elementos que constituem o agregado familiar gostam de praticar, e considerando que é um momento de reunião e partilha entre todos os elementos, por vezes, fica difícil conseguir um horário que permita um certo recolhimento para praticar yoga.

A solução mais fácil e ao mesmo tempo muito gratificante é não ter uma atitude de culpabilização, mas antes pensar como incluir a atitude da prática de yoga no dia-a-dia. Então, como pode encarar os dias de férias na perspetiva do yoga?

O passo mais importante é manter uma atenção plena sobre a respiração. Enquanto caminha, pode sincronizar a respiração de modo a caminhar de forma mais ligeira e duradoura. Adote a mesma atitude enquanto lava a louça, ou faz as camas. Tente a sincronização entre o movimento do corpo e a respiração. Ou tente perceber que se mantiver a atenção repartida entre o seu desempenho a respirar e o desenrolar da tarefa, esta vai ficando mais fácil de realizar e tem-se a sensação de a ter concluído mais depressa.

Nas atividades domésticas, procure manter a mente bem centrada na tarefa que está a desempenhar, percebendo como isso acalma e faz sentir-se mais entregue ao trabalho, usufruindo e percebendo o fluir da atividade em questão. De facto quanto mais contrariado se está a desempenhar algo, mais se tem a sensação de que essa tarefa está a correr mal, ficando também a sensação de que o trabalho ficou muito aquém do que se desejaria. Do lado oposto, quanto mais entregues, atentos e em pleno gozo do momento em que nos encontramos, maior é a possibilidade de perceber o fluir constante da tarefa a realizar, sentindo prazer, confiança, alegria e harmonia.

Faça pequenas brincadeiras com os filhos, imaginando uma ida ao circo, um passeio a pé pela montanha, ou uma ida à praia, utilizando as posturas de yoga, como a árvore, a montanha, o cão, o peixe, a cobra, o leão, etc. Convide aqueles que não participam na atividade de praticar yoga a fazê-lo consigo e assim a entenderem a razão por que gosta de praticar yoga. Desta forma vai conseguir que quem a rodeia perceba porque gosta de praticar yoga mesmo nas férias. Quando regressar ao trabalho, os seus filhos vão entender melhor a razão por que chega mais tarde a casa, sempre que vai às aulas de yoga.

Sobretudo convide a sua imaginação a abrir as portas da criatividade, da harmonia, da paz e do encontro com o outro, em pleno ato de amor.

Boas férias!

Créditos da imagem: http://www.heyflorida.com.br/2017/05/video-desafio-de-yoga-na-praia.html 

Alexandra Pereira, professora de yoga através da AIPYS-Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda, Espanha 2000. Licenciada em Filosofia (FLUP 1988). Mestrado em Filosofia: “A filosofia do yoga: da prática a uma filosofia de vida” ( FLUP 2019) Exerce a sua actividade profissional de professora de yoga em Vidya-Academia de Yoga do Porto (Desde 2001). Dirigiu e ministrou cursos de Formação: "Curso de Professores de Yoga" (desde 2010 a 2016) e "Curso de Monitor de Yoga para técnico de SPA" (2013). Os seus atuais interesses de investigação, relacionam-se com as doenças autoimunes e cancro, e no contributo que a prática de yoga oferece para melhorar a condição física, mental e psicológica do praticante. Curso de especialização ("Yoga for Cancer Survivors" 2013). Alexandra Pereira, yoga teacher through the AIPYS-Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda, Spain 2000. Specialization course ("Yoga for Cancer Survivors" 2013). Licenciate in Philosophy (FLUP 1988). Master Philosophy: “The Philosophy of Yoga: From Practice to a Philosophy of Life” (FLUP 2019) Professional activity: yoga teacher at Vidya-Academia de Yoga do Porto (since 2001). Direted and teached training Courses: "Yoga Teacher Course" (from 2010 to 2016) and "Yoga Monitor Course for SPA Technician" (2013). My current research, is relate to autoimmune diseases and cancer, and the contribution that the practice of yoga offers to improve physical, mental and psychological well-being in student.