Andar de Longboard: seguir uma vida ativa

Share on Facebook48Share on Google+0Tweet about this on Twitter

FLYER1_WORSHOPweb_2É do conhecimento comum que as crianças e os adolescentes devem praticar atividade física. Mas, na realidade, eles estão cada vez mais parados a olhar para um ecrã ou a pensar em petiscar qualquer coisa. Há muitas alternativas mas é preciso mais vontade de agir e mudar este panorama.

Tente imaginar-se adolescente e pense na “seca” que seria se estivesse interdito de participar nas brincadeiras, nas corridas e tantas outras atividades fantásticas que partilhou com os amigos quando tinha uma dúzia de anos.

Atualmente, para que um adolescente seja ativo fisicamente, é necessário reunir algumas condições, preferencialmente atividades que juntam novidade, aventura e algum desafio pelo meio, para desenvolverem novas competências físicas e mostrarem do que são capazes.

Está a ver o seu filho dizer: Mãe, vou ali fazer uma caminhada com a avó e já volto. Um corpo jovem necessita de uma atividade vigorosa que se incompatibiliza com estilos de vida mais adequados em outras fases da vida.

Encontramo-nos num ponto sem retorno e, por isso, é tão importante adaptarmo-nos aos tempos e às novidades, sem nunca esquecermos o factor segurança. Há atividades que os jovens gostam que envolvem algum tipo de risco, mas também há mais conhecimento e estruturas de suporte.

Por exemplo: já ouviu falar da modalidade longboarding?

Veja o vídeo seguinte e saiba que no próximo dia 25 de maio, pelas 15 horas, em Lisboa, haverá um workshop dirigido a quem nunca teve o prazer de experimentar andar de longboard e também para quem já testou esta modalidade, mas quer evoluir um pouco mais.

Mais informações consulte: http://www.longboardskateshop.com/blogs/news/7801525-1st-loboska-workshop-getting-started-on-longboarding

Margarida Vieira

Sobre Margarida Vieira

Margarida Vieira é nutricionista e doutorada em Estudos da Criança na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Os seus interesses de investigação estão centrados na promoção e comunicação para a saúde e na prevenção do cancro. Autora e fundadora do Stop Cancer Portugal - adotar um estilo de vida saudável.