Açúcares escondidos à vista desarmada

açúcares escondidos em quase todos os produtos embalados que comemos ao longo do dia. Ao que tudo indica, na prática não estamos a fazer rigorosamente nada para resolver este problema instalado na rotina alimentar diária de todas as crianças e adolescentes.

Limitar o consumo diário excessivo destes açúcares escondidos passa por afastar todos os produtos que contêm açúcares adicionados e que não estão sinalizados como tal, além das vulgares bebidas açucaradas.

Dizer às crianças e aos adolescentes para limitar o consumo de açúcar, eliminando os produtos que o contêm em quantidades excessivas e de que eles mais gostam de comer, é um conselho que entra por um ouvido e sai rapidamente pelo outro ou nem chega a ser captado.

Os adultos mais conscientes desta situação sabem como é frustrante um diálogo sobre isto. Recebemos uma desaprovação facial completa, acompanhada por um discurso vitimizante que pode seguir-se de birra ou chantagem.

Não vacile! Não é uma medida simpática de tomar. No entanto, é atualmente a mais necessária.

O açúcar adicionado aos produtos alimentares é a maior fonte escondida de calorias, o que contribui em grande medida para a obesidade, a diabetes tipo 2 e a cárie dentária.

A solução é relativamente simples. Identifique, por exemplo, os 5 ou 6 produtos mais consumidos nos lanches, ao pequeno almoço ou em refeições de preparação rápida; faça uma avaliação, através dos rótulos, do conteúdo dos ingredientes; verifique os nomes complicados que não reconhece.

Os açúcares adicionados nestes produtos dizem-se escondidos porque estão camuflados com nomes que não são percebidos como açúcares. O passo seguinte é banir por completo da alimentação todos esses produtos. A minha recomendação é que os substitua por produtos naturais livres de rótulos, como são exemplos a fruta e os frutos secos.

É incrível como certas mudanças de comportamento podem ser desencadeadas quando simplesmente começamos a prestar atenção à informação sobre os factos. Com essa informação pode iniciar o processo de educar o ambiente familiar com uma argumentação válida.

Para o ajudar a identificar os produtos que estão cheios de açúcar, quais os nomes que o escondem e para que possa entender algumas noções básicas sobre a molécula mais desejada do século, apresentamos um vídeo educativo da autoria de Robert Lustig.

Onde estão os açúcares escondidos?

Assista ao vídeo, partilhe-o com a camada jovem (legendas em português disponíveis, usando os comandos no canto inferior direito).

Referências:MacGregor, G. A., & Hashem, K. M. (2014). Action on sugar—lessons from UK salt reduction programme. The Lancet, 383(9921), 929-931.; TED-Ed “Sugar: Hiding in plain sight” from Robert Lustig

Margarida Vieira, nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição (FCNAUP-1991), mestre em Nutrição Clínica (ISCSEM-2008). Doutorada em Estudos da Criança, na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas com a cédula profissional nº 0052N. Investigadora na Fundação para a Ciência e Tecnologia (2011-2015). Membro do Centro de Investigação em Estudos da Criança – CIEC. Desenvolve a sua atividade na Investigação e na área da Nutrição Clínica. É autora e coordenadora de projectos de prevenção primária na área da saúde, bem como na organização e dinamização de seminários sobre hábitos alimentares saudáveis, predominantemente em ambiente escolar. Os seus atuais interesses de investigação, são no domínio da promoção e da comunicação para a saúde, na prevenção do cancro e de outras doenças crónicas. Responsável pela conceção e coordenação de campanhas para a prevenção do cancro. Trabalhou no Marketing Farmacêutico e especializou-se em Gestão e Comunicação da Marca (IPAM – 2003). Autora e fundadora do Stop Cancer Portugal, adotar um estilo de vida saudável. Usa o novo acordo ortográfico. Margarida Vieira, nutritionist, is PhD in Child Studies of the University of Minho. Member collaborator of the Research Centre for Child Studies - CIEC. 
She is author and coordinator of projects for primary prevention in health care as well as in the organization and promotion of workshops on healthy eating habits in the schools. Her current research interests are cancer prevention and other chronic diseases and health communication.
 Responsible for the design and coordination of the awareness of campaigns for the prevention of cancer. Worked in Pharmaceutical Marketing and specializes in Brand Management and Communication. Author and Founder of Stop Cancer Portugal Project.