Adoptar um estilo de vida saúdavel

Gostou? Partilhe

Espiritualidade do cuidador informal

espiritualidade do cuidador informal,

A espiritualidade é uma experiência exclusivamente humana. Os acontecimentos de vida difíceis, talcomo o diagnóstico de cancro de uma pessoa próxima, ativam e influenciam a espiritualidade das pessoas. A investigação tem sugerido que a espiritualidade do cuidador informal pode beneficiá-lo. A diminuição do sofrimento, a sensação de paz e força para lidar com a doença são alguns dos efeitos positivos da espiritualidade do cuidador informal que são reportados pela literatura científica. Por outro lado, o desafio de cuidar pode trazer angústia espiritual.

A espiritualidade pode definir-se por três atributos: ligação, transcendência e significado na vida. A ligação inclui um sentido de relacionamento consigo mesmo, com os outros, com a natureza ou com o mundo e com um Poder Superior, Deus ou Ser Supremo. A transcendência engloba a capacidade de sair das circunstâncias presentes, de mudar a perspetiva numa situação ou na vida no geral. O significado na vida implica a sensação de ter propósito na existência.

É importante não confundir a espiritualidade com a religiosidade. Ambos os temas estão ligados, mas a espiritualidade engloba a religiosidade e transcende-a. A religiosidade é uma forma de experimentar a espiritualidade. Esta tende a implicar o seguimento de uma doutrina, de um sistema de crenças, e a adoção de comportamentos sociais partilhados por um grupo de pessoas.

Os cuidadores informais podem interpretar e lidar com a experiência de cuidar à luz da sua espiritualidade. A investigação sugere que os cuidadores informais que se identificam como espirituais exibem menores níveis de depressão e ansiedade. A crença numa ordem superior a si mesmos pode conceder-lhes uma sensação de força, de que não estão sós a apoiar a pessoa doente e dar-lhes maior esperança.  A situação do cuidar pode ser vivida como uma experiência significativa no seu percurso de vida, na qual têm oportunidade de valorizar e honrar a sua relação com a pessoa doente. Aqueles cuidadores informais que praticam a espiritualidade através de uma religião, sentem ainda que podem apoiar-se na comunidade para beneficiarem do seu suporte social.

A espiritualidade pode ser uma aliada em momentos de vida difíceis. No entanto, importa lembrar que a espiritualidade é uma vivência íntima e, como tal, os seus benefícios podem variar entre pessoas. Por vezes, devido aos desafios da doença e as suas implicações, a espiritualidade pode ter um efeito inverso no bem-estar do cuidador informal. As pessoas podem sentir angústia espiritual, ou seja, ter precisamente dificuldade em interpretar a situação sob a lente da sua espiritualidade. Este estado pode caracterizar-se por desespero, desesperança e culpa.

Reconhecer e respeitar a dimensão espiritual da vida das pessoas deve fazer parte da intervenção de quem acompanha a pessoa doente e o seu cuidador informal. As pessoas doentes e os cuidadores informais também podem expor as suas questões espirituais e explorar com os profissionais de saúde o acompanhamento disponível neste âmbito.

 

Referências: Benites, A. C., Rodin, G., Leite, A. C. A. B., Nascimento, L. C., & dos Santos, M. A. (2021). The experience of spirituality in family caregivers of adult and elderly cancer patients receiving palliative care: A meta-synthesis. European Journal of Cancer Care,30(4). https://doi.org/10.1111/ecc.13424; National Cancer Institute. (2021, junho, 11). Spirituality in Cancer Care (PDQ®)–Health Professional Version. https://www.cancer.gov/about-cancer/coping/day-to-day/faith-and-spirituality/spirituality-hp-pdq; Weathers, E., Mccarthy, G., & Coffey, A. (2016). Concept analysis of spirituality: An evolutionary approach. Nursing Forum, 51(2), 79–96. https://doi.org/10.1111/nuf.12128
Fotografia por Aamir Suhail no Unsplash
A prática de yoga conduz o praticante a uma perceção de quem é. Conheça algumas verdades sobre o yoga e avalie os benefícios da sua prática.
Neste artigo exploramos o que é o autocuidado na saúde e na doença e quais são os fatores que podem influenciar.
O diagnóstico de uma surdez genética não-sindrómica é feito a partir de testes genéticos moleculares. Saiba mais sobre o tema.
O Código Europeu Contra o Cancro descreve medidas para que cada um possa adotar e reduzir o risco de cancro. Conheça as 12 medidas.