Adoptar um estilo de vida saúdavel

Gostou? Partilhe

O tabaco mata: mantenha as crianças afastadas do seu consumo

Toda a gente sabe que o tabaco mata, mas quando vemos o seu impacto direto, ficamos com uma noção mais profunda do que pode acontecer.

A prevenção dos hábitos tabágicos ao longo da infância é uma medida fundamental para preservar a saúde das crianças, travando as graves consequências físicas e mentais provocadas pelo uso das substâncias tóxicas que compoem o tabaco.

Para uma infância saudável, as crianças precisam de conhecer os perigos do tabaco, incluindo os cigarros eletrónicos. Os pais devem estar atentos e ajudar os filhos a manterem-se afastados do consumo e do fumo do tabaco. 

Na maioria dos casos, o consumo do tabaco começa nos anos da pré-adolescência e adolescência, por influência dos círculos sociais, amigos e outros jovens da mesma idade que consomem tabaco. O risco é maior quando os pais também fumam. A genética, a saúde mental, a baixa auto-estima e as atitudes pessoais também podem desempenhar um papel importante na probabilidade de um jovem começar a fumar.

Os pais devem opor-se a qualquer comportamento tabágico e devem conversar com os filhos sobre o uso destas substâncias tóxicas, causadoras de morte prematura.

Há alguns estudos a indicar que os pais que costumam conversar com os filhos sobre os perigos do tabaco, diminuem a probabilidade de os filhos começarem a fumar, comparativamente com adolescentes que não conversam com os pais.

A agência americana Centers for Disease Control and Prevention deixa alguns conselhos para os pais ajudarem os filhos a manterem-se afastados de fumar:

 – Comece a falar sobre o tabaco e o seu impacto na saúde quando as crianças tiverem 5 ou 6 anos de idade e continue sempre até serem maiores de idade. Geralmente, a idade crítica é os 11 anos. E muitos adolescentes ficam viciados aos 14 anos.

– Se familiares seus morreram ou sofreram de doenças relacionadas com o tabaco, informe os seus filhos.

– Informe as crianças que o tabaco submete o coração a um grande esforço, danifica os pulmões e pode causar muitos problemas de saúde, incluindo pelo menos 12 tipos de cancro. O fumo do cigarro e os vapores do cigarro eletrónico também são prejudiciais para as pessoas não fumadoras, mas que estão expostas ao fumo.

– Converse sobre os efeitos nocivos da nicotina. A nicotina está na composição dos cigarros, charutos, cachimbos de água e na maioria dos cigarros eletrónicos. A nicotina é aditiva. Há evidências de que prejudica o desenvolvimento cerebral dos adolescentes. Também pode causar partos prematuros e bebés com baixo peso ao nascer, quando o tabaco é consumido durante a gravidez.

– Converse sobre o que o tabaco pode fazer com a aparência e o cheiro de uma pessoa: fumar e inalar o vapor (o vaping) fazem o cabelo e a roupa cheirar mal, causam mau hálito e podem manchar os dentes e as unhas.

– Converse sobre o dinheiro que realmente se gasta com o tabaco e quanto se economiza para fazer outras coisas, sem colocar a vida em risco.

– Fique atento se os amigos dos seus filhos fumam. E converse sobre maneiras de dizer “não” aos hábitos tabágicos.

– Converse com seus filhos sobre a promoção do tabaco em anúncios, filmes, redes sociais e revistas e as falsas imagens construidas à volta do seu consumo.

 Comece com estes pequenos passos básicos!

[fonte]Referências: Hiemstra, M., de Leeuw, R. N., Engels, R. C., & Otten, R. (2017). What parents can do to keep their children from smoking: A systematic review on smoking-specific parenting strategies and smoking onset. Addictive behaviors70, 107-128.; https://www.cdc.gov/tobacco/basic_information/youth/information-sheet/index.htm ;Créditos da imagem: https://www.google.com/search?sxsrf=ACYBGNRWDr1q3qzuHWMnBE-lQiFI6R90-g:1574173510621&q=quit+smoking&tbm=isch&tbs=simg:CAQSkgEJSKnn13Hlc64ahgELEKjU2AQaAAwLELCMpwgaYQpfCAMSJ_18I-Ai0Av4IsgIozwH5CP0I7Aa0PYYpmTWlPao9gjSXPYophTSdNBowpOLuxYl8hzBLWSHcD2uCu9y-9LEUSeZ-bhd4KyGs5C3MUkvt4hKrVSvzKpE50NclIAQMCxCOrv4IGgoKCAgBEgRM9OwKDA&sa=X&ved=0ahUKEwjbgamnvfblAhVQ-YUKHSyyCI4Q2A4ILygB&biw=1334&bih=657#imgrc=GpMznyliC0QKKM: [/fonte]

A prática de yoga conduz o praticante a uma perceção de quem é. Conheça algumas verdades sobre o yoga e avalie os benefícios da sua prática.
Neste artigo exploramos o que é o autocuidado na saúde e na doença e quais são os fatores que podem influenciar.
O diagnóstico de uma surdez genética não-sindrómica é feito a partir de testes genéticos moleculares. Saiba mais sobre o tema.
O Código Europeu Contra o Cancro descreve medidas para que cada um possa adotar e reduzir o risco de cancro. Conheça as 12 medidas.