Adoptar um estilo de vida saúdavel

Gostou? Partilhe

A ciência das células que nunca envelhecem: o efeito dos telómeros

O que faz nosso corpo envelhecer? As rugas na pele, os cabelos ficam brancos, o sistema imunológico enfraquece. Uma nova forma de pensar o envelhecimento humano tem por base a descoberta da telómerase, uma enzima que regenera as extremidades dos cromossomas denominadas de telómeros.

Cada vez que uma célula se divide, todo o seu ADN tem de ser copiado, para carregar o manual de instruções que mantém o bom funcionamento das células, para que as células cardíacas mantenham um bom ritmo, as células imunitárias possam combater bactérias e vírus, e as células cerebrais possam guardar memórias e continuar a aprender ao longo da vida. Mas cada vez que uma célula se divide e o ADN é copiado, uma parte do ADN nas extremidades gasta-se e encurta. É uma parte pequena do cromossoma, o telómero. A enzima telomerase é responsável pela restauração do ADN perdido, funcionando como um regenerador dos telómeros.

A bióloga Elizabeth Blackburn recebeu o Prémio Nobel de Medicina em 2009 pelo seu trabalho pioneiro na descoberta dos telómeros e na telomerase, que parecem desempenhar funções centrais no envelhecimento humano e em doenças como o cancro.

O seu livro Telomere Effect traduzido em português com o título “A Ciência da Juventude – A Abordagem Revolucionária a Uma Vida mais Longa e Saudável” da editora Elsinore, traça o mapa do envelhecimento positivo, revelando as intrincadas relações entre a psicologia e a biologia na evolução celular. E mostra também como mudanças simples nos hábitos diários podem proteger os telómeros e aumentar a esperança de saúde, o número de anos que permanecemos saudáveis, ativos e sem doenças.

Assista à conferência que Elizabeth Blackburn deu no canal TED e saiba mais sobre esta investigação revolucionária, para que possa ter mais controle sobre o seu envelhecimento. Estão disponíveis legendas em português.

[fonte]Créditos da imagem: https://www.news-medical.net/life-sciences/What-are-Telomeres.aspx [/fonte]

Cada um de nós, de forma individual, pode reduzir o risco do cancro do cólon. Prepare-se para começar gradualmente a ser mais ativo!
A síndrome de Cogan é uma doença autoimune rara. A avaliação e o tratamento precoces revelam-se fundamentais no controlo de sintomas.
Cada um de nós, de forma individual, pode reduzir o risco da incidência de cancro do fígado. Tome nota de 3 medidas!
A Osteogénese Imperfeita é uma doença hereditária, resultando alterações ósseas, anomalias cardiovasculares e em 50% dos casos, surdez.