Espargos: lanças de um exército invisível

Chegou a temporada dos espargos! Os primeiros chegam em abril, mas continuam frescos e tenros até finais de junho, altura em que se tornam demasiado espessos e fibrosos.

Existem muitos tipos, com diferentes visuais e sabores, desde o mais popular, o de cor branca, ao selvagem, o de cor verde. Há espargos largos, finos, pequenos e enormes; no entanto, o valor nutricional, de base, é igual.

O espargo, todo ele, é aproveitável e comestível. É um vegetal muito rico em fibras, folatos, vitamina A e C, acrescido do conteúdo mineral abundante em selénio, manganésio e cobre. No espargo, os fitoquímicos identificados com as concentrações mais elevadas são os compostos fenólicos. Salienta-se em especial a quercetina e a rutina, substâncias fitoquímicas da classe dos flavonóides.

Estas duas substâncias exibem uma forte atividade antioxidante, promovendo diversos efeitos positivos na saúde, através da neutralização dos radicais livres e na proteção do corpo humano contra o stress oxidativo, a principal causa de alguns tipos de cancro, das doenças cardíacas e que está, ainda, na origem do envelhecimento. Assim, digamos que os espargos são como as lanças de um exército invisível que luta, neste caso, a favor da saúde.

Escolha os espargos frescos na variedade mais atraente. Cozinhe-os a vapor, um método culinário que potencia a atividade antioxidante das substâncias fitoquímicas presentes neste vegetal. E experimente servi-los, por exemplo, com molho holandês. Confirme que é uma delícia e depois espalhe a notícia.

Este texto foi publicado pela primeira vez no Stop Cancer Portugal em abril de 2012.

Referencias: Gibellini L, Pinti M, Nasi M, Montagna JP, De Biasi S, Roat E, Bertoncelli L,Cooper EL, Cossarizza A. Quercetin and cancer chemoprevention. Evid Based Complement Alternat Med. 2011;2011:591356.; Barros, Lillian; Ferreira, Isabel C.F.R.; Carvalho, Ana Maria; Dueñas, Montserrat; Santos-Buelga, Celestino (2010) – Phenolic composition and antioxidant activity of Portuguese wild edible greens. In XXVth International Conference on Polyphenols. Montpellier; Ferrara L., Dosi R., Di Maro A., Guida V., Cefarelli G., Pacifico S., Mastellone C., (…), Parente A. Nutritional values, metabolic profile and radical scavenging capacities of wild asparagus (A.acutifolius L.) (2011) Journal of Food Composition and Analysis, 24 (3), pp. 326-333.
Fonte de Imagem: http://www.tendertips.co.nz/

Margarida Vieira, nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição (FCNAUP-1991), mestre em Nutrição Clínica (ISCSEM-2008). Doutorada em Estudos da Criança, na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas com a cédula profissional nº 0052N. Investigadora na Fundação para a Ciência e Tecnologia (2011-2015). Membro do Centro de Investigação em Estudos da Criança – CIEC. Desenvolve a sua atividade na Investigação e na área da Nutrição Clínica. É autora e coordenadora de projectos de prevenção primária na área da saúde, bem como na organização e dinamização de seminários sobre hábitos alimentares saudáveis, predominantemente em ambiente escolar. Os seus atuais interesses de investigação, são no domínio da promoção e da comunicação para a saúde, na prevenção do cancro e de outras doenças crónicas. Responsável pela conceção e coordenação de campanhas para a prevenção do cancro. Trabalhou no Marketing Farmacêutico e especializou-se em Gestão e Comunicação da Marca (IPAM – 2003). Autora e fundadora do Stop Cancer Portugal, adotar um estilo de vida saudável. Usa o novo acordo ortográfico. Margarida Vieira, nutritionist, is PhD in Child Studies of the University of Minho. Member collaborator of the Research Centre for Child Studies - CIEC. 
She is author and coordinator of projects for primary prevention in health care as well as in the organization and promotion of workshops on healthy eating habits in the schools. Her current research interests are cancer prevention and other chronic diseases and health communication.
 Responsible for the design and coordination of the awareness of campaigns for the prevention of cancer. Worked in Pharmaceutical Marketing and specializes in Brand Management and Communication. Author and Founder of Stop Cancer Portugal Project.