A Força da Natureza

Sushi: uma simples união

O sushi resulta da combinação simples dos seguintes alimentos básicos: arroz e peixe. O arroz é uma excelente fonte de hidratos de carbono lentos e contém proteínas vegetais, isentas de glúten. Os peixes, em geral, são ricos em óleos benéficos, os ácidos gordos da série ómega 3, com o seu papel protector contra o cancro e outras doenças.

Sushi: prato japonês combina cores, sabores e arte

Sushi: prato japonês combina cores, sabores e arte

“E sushi, posso comer sushi? É uma escolha saudável?” Actualmente, estas duas questões são frequentes na consulta de acompanhamento que faço a quem segue um programa de emagrecimento. Por isso, hoje a rubrica é sobre o sushi, o prato mais popular da cozinha japonesa em todo o mundo e, agora, também por cá. E a resposta é sim. Comer sushi pode ser uma refeição saudável, agradável, tranquila.

Couve-de-Bruxelas: a europeia

Aproveite a couve mais europeia da família das crucíferas, a de bruxelas! Está quase a acabar a sua estação, ou “season” como dizem alguns dos nossos parceiros europeus. A colheita da couve-de-bruxelas começa em Setembro e acaba em Março, e se ainda pode saboreá-las frescas, para quê perder a oportunidade?

Os Melhores Dias da Clementina

Clementina é a mais pequena da família. Da família dos citrinos. Quantas vezes a clementina não é ela também eleita pelos mais pequenos, as crianças, para uma brincadeira, como de uma bolinha cor de laranja se tratasse! Mas afinal, o que está dentro da curiosa bolinha laranja que a avó, a mãe, o pai ou a tia tanto insistem para comer? E porque dizem que faz bem à saúde?

O que é que a banana tem?

Quando me preparava para escrever sobre a mais conhecida das frutas tropicais, lembrei-me de uma canção composta por Dorival Caymmi para o filme “Banana Terra” e imortalizada pela luso-brasileira Cármen Miranda, em 1939, “O que é que a baiana tem?”. Genial pelo ritmo, esta música fica no ouvido de qualquer um.

Couve portuguesa: o legume da minha vida

Tornou-se moda usar expressões como: o filme da minha vida, a viagem da minha vida, o livro da minha vida…. Todas estas frases provavelmente derivaram daquela outra que inspirou muitos romances, o amor da minha vida, para transmitir aos outros o que já nos fez ou ainda nos pode fazer felizes, enfim satisfeitos! Pois bem, por esta ordem de ideias, o legume da minha vida é a couve portuguesa.

Uma dúzia de castanhas é bom senso

Qualquer alimento que contenha calorias, provenientes dos nutrientes que o compõem, pode contribuir para o ganho de peso se não se cumprir uma regra básica: comer com um limite a que chamo de bom senso. Comer dois quadrados de chocolate é o mesmo que comer uma tablete? Não. Então, comer 10 ou 12 castanhas não é o mesmo que comer 0,5 kg, pois não? No jantar de S. Martinho vai comer só castanhas? Esperemos que não!

diÓSpiro!

Antes de mais: está a pronunciar o nome do fruto dióspiro de forma correta? Um estudo da Universidade do Minho concluiu que muitos de nós, portugueses, estamos a dizer mal a palavra dióspiro. Em segundo lugar: sabe quando comer o dióspiro para melhor saborear a sua doçura?

Bife & Limão: uma dupla eficaz

O que faz uma rodela de limão no prato, quando fazemos um pedido de bife grelhado no restaurante? Não são todos os restaurantes que servem o bife acompanhado de uma rodela de limão e provavelmente em casa nem nos lembramos de cortar o limão para o espremer por cima do bife acabado de grelhar. Mas devíamos ter esse cuidado.