Qual é a atitude certa para uma aula de yogaterapia?

Uma aula de yogaterapia procura sobretudo ajudar a desbravar o caminho interior de cada pessoa. A atitude do aluno de yoga deve ser sempre focada nas sensações do corpo e da respiração. Só através da escuta consciente do corpo se consegue chegar à essência de cada um.

Para escutar o corpo é fundamental perceber o silêncio. Aprender o silêncio, saber estar rodeado por ele, em tempos de constante ruído é uma tarefa difícil, diria até muito difícil. Qualquer que seja a direção para que a mente se dirija, o ruído é uma constante. Saber encontrar momentos de absoluto silêncio, locais com ausência ruído é quase uma missão impossível.

O yoga ensina a manter a mente focada. É como um método de abstração a tudo o que pode ser qualificado como ruído: barulhos quotidianos e pensamentos recorrentes, sem carater assertivo, por exemplo. Quando a mente se encontra focada parece possível perceber o silêncio, ou seja, a não identificação com o que nos rodeia pode ser considerado como uma forma de silêncio.

A primeira meta da aula de yogaterapia é permitir que o aluno perceba este silêncio, a ausência da identificação com o que o rodeia, na busca da consciencialização do corpo, da respiração e da mente. Só quando se escuta o corpo é que se percebe o que é importante para ele. Durante este processo, é possível avaliar se uma postura pode ir mais além daquilo que se consciencializa. Conscientemente a prática de uma asana (postura) é realizada da maneira que achamos que conseguimos fazer mas, quando se escuta o corpo, quando se percebe como é ele e como funciona, essa mesma postura pode ser alterada e construída de uma maneira mais profunda. Uma postura de yoga por muito simples que seja, está sempre em construção por parte do aluno, há sempre novas formas de a ver e de a explorar. A consciência do corpo é a melhor ferramenta que o aluno deve aprender a dominar.

Quando se coloca plena atenção na prática da respiração e da capacidade respiratória e como esta contribui para uma cada vez melhor construção da postura (asana), então surge a consciência do domínio da mente sobre o corpo e sobre toda a sua atividade.

Muitos de nós já tivemos a experiência das múltiplas respostas que vêm do silêncio. O silêncio é uma das mais poderosas formas de expressão. A verdadeira comunhão entre duas pessoas, assenta mais na forma expressiva do corpo, do olhar, do toque, do que da verbalização em si. Esta comunhão silenciosa entre a mente e o corpo, este saber escutar a linguagem corporal é a base para que a aula de yogaterapia seja realmente uma experiência benéfica e gratificante para o praticante. Ao escutar o silêncio interior saberemos mais de nós mesmos, das nossas capacidades e potencialidades.

Pratique yoga e perceba tudo o que é para além do que julga ser. Encontre-se consigo mesmo. Abrace o bem-estar e a harmonia interior.

Fonte Imagem: https://inspi.com.br/2017/04/fotografo-combina-yoga-e-caos-urbano-em-fotos-incriveis/

Alexandra Pereira, professora de yoga através da AIPYS-Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda, Espanha 2000. Licenciada em Filosofia (FLUP 1988). Mestrado em Filosofia: “A filosofia do yoga: da prática a uma filosofia de vida” ( FLUP 2019) Exerce a sua actividade profissional de professora de yoga em Vidya-Academia de Yoga do Porto (Desde 2001). Dirigiu e ministrou cursos de Formação: "Curso de Professores de Yoga" (desde 2010 a 2016) e "Curso de Monitor de Yoga para técnico de SPA" (2013). Os seus atuais interesses de investigação, relacionam-se com as doenças autoimunes e cancro, e no contributo que a prática de yoga oferece para melhorar a condição física, mental e psicológica do praticante. Curso de especialização ("Yoga for Cancer Survivors" 2013). Alexandra Pereira, yoga teacher through the AIPYS-Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda, Spain 2000. Specialization course ("Yoga for Cancer Survivors" 2013). Licenciate in Philosophy (FLUP 1988). Master Philosophy: “The Philosophy of Yoga: From Practice to a Philosophy of Life” (FLUP 2019) Professional activity: yoga teacher at Vidya-Academia de Yoga do Porto (since 2001). Direted and teached training Courses: "Yoga Teacher Course" (from 2010 to 2016) and "Yoga Monitor Course for SPA Technician" (2013). My current research, is relate to autoimmune diseases and cancer, and the contribution that the practice of yoga offers to improve physical, mental and psychological well-being in student.