Que fatores influenciam microbiota intestinal do adulto?

A microbiota intestinal do adulto, apesar de estável, é influenciada por diversos factores. Neste artigo convidamo-lo a conhecer estes fatores.

A microbiota intestinal humana é constituída por um conjunto de microrganismos que colonizam o intestino e vivem em simbiose com o seu hospedeiro. Apesar de haver diferenças entre a microbiota de cada individuo no que diz respeito aos géneros e proporção das bactérias, conseguem-se identificar características comuns de pessoa para pessoa.

A microbiota intestinal começa a definir-se antes do nascimento. Durante o parto, a transmissão da microbiota da mãe para o filho faz-se através da passagem pelo canal vaginal, promovendo-se neste momento o contacto com microorganismos da vagina e do intestino da mãe.

Posteriormente, os oligossacarídeos presentes no leite materno, promovem o desenvolvimento de uma microbiota intestinal saudável, servindo como substrato para microorganismos benéficos. Será entre os 2 e os 4 anos que ficará definida aquela que será a microbiota intestinal de um adulto.

Microbiota intestinal do adulto: fatores influenciadores

  • índice de massa corporal: sabe-se hoje que a constituição da microbiota intestinal é diferente entre pessoas com obesidade e pessoas normoponderais e que esta se altera após um processo de perda de peso.
  • localização geográfica: este fator associa a alimentação, os hábitos de vida de uma dada população, que são diferentes entre os diversos países, os fatores ambientais a que as populações de uma dada zona geográfica estão expostas, mas também fatores como a altitude e a temperatura.
  • alimentação: a constituição da dieta vai modular a microbiota intestinal. Tendencialmente dietas com maior ingestão de alimentos de origem vegetal, com elevada ingestão de fibra, baixa ingestão de gorduras saturadas e baixa ingestão de alimentos industrializados, promovem o desenvolvimento de uma microbiota intestinal com um perfil mais benéfico.
  • medicação: por um lado as bactérias do intestino metabolizam os fármacos, podendo influenciar a sua absorção, a sua ação e até a sua eficácia. Por outro a medicação pode influenciar a constituição da microbiota intestinal. Os antibióticos, apesar de necessários, por serem uma medicação que tem como objetivo o controlo de infeções em crianças do que em adultos, já que estes últimos apresentam uma microbiota mais resiliente.
  • doenças: à semelhança do que acontece com os medicamentos, também em relação às doenças, estamos perante uma via dupla, por um lado alterações na microbiota intestinal poderão ter um papel no surgimento de algumas patologias, por outro, algumas patologias e os seus tratamentos, influenciam a constituição da microbiota intestinal. Alguns exemplos são a diabetes, a doença inflamatória intestinal, síndrome do intestino irritável, obesidade, entre outras.
  • uso de probióticos: probióticos são organismos vivos que quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefícios para a saúde do seu hospedeiro. Os mecanismos de ação associados aos probióticos estão relacionados com a sua competição por nutrientes com as bactérias patogénicas, fortalecimento da mucosa intestinal e estimulo de respostas imunes.
  • outros fatores ambientais e de estilos de vida: a prática de atividade física, o número de horas de sono e o stress são também fatores que podem alterar o equilíbrio da microbiota intestinal.

Porque é importante conhecer estes fatores que influenciam a microbiota intestinal do adulto?
Hoje sabe-se cada vez melhor que o equilíbrio da microbiota intestinal é fundamental para que se tenha saúde. Alguns dos fatores enumerados ao longo deste artigo, são controlados ou alterados com ajuda de profissionais qualificados. É por isso importante saber que ao melhorar a alimentação, o sono, ao praticar atividade física, para além de todos os outros benefícios para a sua saúde, está a contribuir para um perfil mais favorável da sua microbiota intestinal, e este é mais um fator relevante para se manter saudável.

Referências: da Silva ST, dos Santos CA, Bressan J. Intestinal microbiota; relevance to obesity and modulation by prebiotics and probiotics. Nutr Hosp. 2013 Jul-Aug;28(4):1039-48. Adak A, Khan MR. An insight into gut microbiota and its functionalities. Cell Mol Life Sci. 2019 Feb;76(3):473-493. doi: 10.1007/s00018-018-2943-4. Vemuri R, Gundamaraju R, Shastri MD, Shukla SD, Kalpurath K, Ball M, Tristram S, Shankar EM, Ahuja K, Eri R. Gut Microbial Changes, Interactions, and Their Implications on Human Lifecycle: An Ageing Perspective. Biomed Res Int. 2018 Feb 26;2018:4178607.Kerr CA, Grice DM, Tran CD, Bauer DC, Li D, Hendry P, Hannan GN. Early life events influence whole-of-life metabolic health via gut microflora and gut permeability. Crit Rev Microbiol. 2015;41(3):326-40. Crédito da imagem: Arek Socha por Pixabay

Inês Correia

Inês Almada Correia, nutricionista (3684N), pós-graduada em Nutrição em Oncologia pela Universidade Católica Portuguesa, frequenta o mestrado em Bioquímica Médica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Tem colaborado com a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) em ati (...)