Doenças hemato-oncológicas: sensibilizar em setembro para prevenir

O mês de setembro é dedicado à consciencialização para as doenças hemato-oncológicas. Assinala-se no dia 15 de setembro o Dia Mundial do Linfoma e no dia 22 de setembro o Dia Mundial da Leucemia Mielóide Crónica.

Em 2018 registaram-se 437 033 novos casos de leucemia no mundo, 79 990 novos casos de linfoma de Hodgkin e 509 590 de linfoma não-Hodgkin. O maior número de casos registou-se no continente asiático, seguido do continente europeu. Em Portugal a incidência de doenças hemato-oncológicas em 2018 atingiu 21.6 casos por 100 000 habitantes.

O linfoma compreende um grupo heterogéneo de neoplasias que afetam os linfócitos – células do sistema imune responsáveis pela defesa do organismo contra as infeções. Existindo outros tipos de linfoma, os mais comuns são o linfoma não-Hodgkin e o linfoma de Hodgkin. É uma doença menos frequente em crianças e mais frequente em idades avançadas.

A leucemia é uma doença com origem na medula óssea, que também afeta os linfócitos. As leucemias podem ser do tipo aguda ou crónica. A leucemia linfoblástica aguda é mais frequente em crianças, enquanto que a  leucemia linfática crónica é mais frequente a partir dos 60 anos.
Não são conhecidas causas para o desenvolvimento destas doenças, associadas a hábitos alimentares.

Em Portugal, algumas associações que prestam apoio a doentes com doenças hemato-oncológicas, juntaram-se para assinalar o mês de setembro com a campanha “Contra o Cancro do Sangue”. A Associação de Apoio aos Doentes com Leucemia e Linfoma (ADL), a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) e a Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL), desafiam os portugueses a vestir uma peça de roupa vermelha e a partilhar fotografias e videos nas redes sociais, com os hashtags #contraocancrodosangue e #vestimosdevermelho, como forma de sensibilização para estas doenças.

Por isso, durante o mês de setembro, vista-se de vermelho #contraocancrodosangue e partilhe a sua fotografia.

doenças remato-oncológicas,

Referências: Arnold M, Lam F, Ervik M, Soerjomataram I (2015). Cancer and Obesity: Global burden of cancer attributable to excess weight. Lyon, France: International Agency for Research on Cancer. Available from: http://gco.iarc.fr/obesity, acesso em [15/09/2019]. Associação Portuguesa contra a Leucemia, https://www.apcl.pt, acesso em [15/09/2019]. Crédito das imagens: Contra o cancro do sangue

Inês Correia

Inês Almada Correia, nutricionista, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas 3684N, pós- graduada em Nutrição em Oncologia pela Universidade Católica Portuguesa. Tem colaborado com a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) em atividades, tais como workshops sobre alimentação direc (...)