Mieloma múltiplo: IMC elevado em adultos jovens associado a maior risco

Ser um adulto jovem e ter obesidade, o que corresponde a um índice de massa corporal (IMC) elevado, são fatores de risco que quando associados aumentam o risco de mieloma múltiplo, de acordo com um estudo publicado no British Journal of Cancer.

A consistência das evidências que sustentam esta associação positiva já tinha levado o painel de especialista da Agência Internacional de Investigação do Cancro (IARC) a estabelecer um efeito preventivo na ausência de excesso de gordura corporal na vida adulta e o mieloma múltiplo.

O mieloma múltiplo é um tipo de cancro que afeta as células plasmáticas presentes no sangue; as células plasmáticas crescem fora de controle, superpovoando a medula óssea, local em que as células do sangue são produzidas. E isso impede uma produção normal de outras células do sangue e que o sistema imunológico funcione corretamente.

Os fatores de risco para o desenvolvimento de mieloma múltiplo incluem: uma extensa exposição a radiação, resinas químicas, solventes orgânicos, pesticidas ou herbicidas, a presença do vírus do herpes humano 8 (HHV-8), uma história familiar de mieloma.

Segundo o estudo anteriormente referido, a obesidade foi identificada como um dos únicos fatores de risco modificáveis ​​para o mieloma múltiplo.

Os investigadores usaram dados do Nurses ‘Health Study, Health Professionals Follow-Up Study Women’s Health Study para analisar a associação entre obesidade e mieloma. Nas três coortes do estudo, 575 casos de mieloma foram identificados, indicando que, por cada aumento de 5 kg/m2no IMC médio acumulado foi associado um aumento de 17% no risco de mieloma (IC de 95%: 1,05–1,29). Além disso, cada aumento de 5 kg/m2no IMC de adultos jovens foi associado um aumento de 28% no risco de mieloma (IC de 95%: 1,12-1,47).

Por isso, a manutenção de um peso corporal saudável ao longo da vida pode ser uma estratégia importante na prevenção do miolema múltiplo.

Referências: Marinac, C. R., Birmann, B. M., Lee, I. M., Rosner, B. A., Townsend, M. K., Giovannucci, E., … & Colditz, G. A. (2018). Body mass index throughout adulthood, physical activity, and risk of multiple myeloma: a prospective analysis in three large cohorts. British journal of cancer118(7), 1013.; https://www.oncolink.org/cancers/multiple-myeloma/multiple-myeloma-the-basics 

Margarida Vieira

Margarida Vieira, nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição (FCNAUP-1991), mestre em Nutrição Clínica (ISCSEM-2008). Doutorada em Estudos da Criança, na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas com a cédula profissional n (...)