A granola e o muesli: misturas artesanais logo pela manhã

O pequeno-almoço é a primeira refeição do dia. É importante que não seja omitida. É esta refeição que fornece energia e nutrientes para restabelecer o equilíbrio no organismo após as horas em jejum noturno.

Como primeira refeição deve ser tão completa e variada como todas as refeições. Por isso, convém incluir alimentos de pelos menos três grupos  alimentares: lacticínios como o leite, os iogurtes e o queijo, pão ou cereais integrais do grupo dos cereais e derivados e um fruto fresco primordialmente da época a representar o grupo alimentar da fruta.

Os cereais de pequeno-almoço são cada vez mais procurados seja por miúdos ou graúdos. A preocupação pela qualidade dos alimentos que escolhemos é, atualmente, um requisito fundamental para muitas pessoas. É aqui que entra a granola e o muesli como uma boa opção para a primeira refeição do dia.

A granola e o muesli são misturas de flocos de cereais (aveia, centeio, espelta, trigo e cevada), com frutos secos como maçã, arando, uvas-passas, manga, tâmara, ameixa, alperce e outros mais, e com frutos oleaginosos como a amêndoa, noz, macadâmia, noz pecan, castanha do brasil, pistácio e caju e sementes como girassol, abóbora, sésamo, papoila. Contudo estas duas misturas diferem no modo de confeção.

A granola vai ao forno para ficar crocante tornando-a mais saborosa. Para isso é necessário adicionar aos alimentos referidos anteriormente uma gordura de origem vegetal como o azeite e um adoçante natural, em que usualmente é o mel. O muesli não vai ao forno, não lhe é adicionado nem adoçante nem gordura, ficando solto e pouco crocante.

Cada vez é mais fácil ir ao supermercado ou à mercearia local e encontrar embalagens destes cereais a um preço bastante acessível, mas nem sempre a qualidade que procuramos nestes alimentos é garantida. Quando olharmos para os rótulos encontramos uma enorme quantidade de ingredientes não desejáveis, como por exemplo, açúcares em diversas formas: xarope de glucose, frutose, xarope de caramelo, etc., óleos como o óleo de palma e farinhas.

A granola e o muesli como preparações artesanais são opções de maior qualidade nutricional. Estes produtos alimentares artesanais geralmente são mais caros, visto que há uma seleção criteriosa dos ingredientes utilizados. Na granola, os adoçantes são naturais (o mel), as gorduras de origem vegetal, como o azeite, os óleos dos frutos oleaginosos e os óleos das sementes (óleo de amendoim ou o óleo de sésamo).

Havendo necessidade de uma solução mais económica e com a mesma qualidade, a sugestão que deixo é que faça a sua própria granola ou muesli. Para isso basta adquirir numa mercearia cada um dos alimentos que gosta e criar a sua granola, escolhendo o adoçante natural ou gordura de origem vegetal que decidir adicionar, para envolver tudo e levar ao forno. Para o muesli o processo é mais simples: apenas junta os flocos, os frutos secos e/ou os frutos oleaginosos e as sementes.

Começar o dia com a energia de alimentos de qualidade nutricional superior é o ideal. Pode juntar à granola ou ao muesli algum leite ou um bom iogurte. Mas não se esqueça, a fruta fresca nesta refeição é fundamental. As crianças devem ser habituadas a misturas energéticas saudáveis e ricas em micronutrientes, para substituir os cereais de pequeno-almoço à base de açucares adicionados e nutricionalmente pobres.

Referências: KÄLVIÄINEN, C. et al. (2002). Sensory Attributes and Preference Mapping of Muesli Oat Flakes. Journal of Food Science- Vol. 67, Nr.1; Pathare, B. et al. (2012). Comparison of quality parameters of granola produced by wet granulation with commercially available product. Food and bioproducts processing 9 0, 729 – 736; LEE, C. and LEE, S. (2006). Consumer insights on healthy breakfast cereal- a Focus Group research. Department of Food Science & Human Nutrition ,University of Illinois 905 S. Goodwin Ave., Bevier Hall, Urbana, IL 61801. Celis, L. et al. (1996). A ready-to-eat breakfast cereal from food-grade sorghum. American Association of Cereal Chemists, Inc. 73(1):108-114.; Créditos da imagem: Catarina Santos

Catarina Santos

Catarina Santos, natural de Alpedrinha (Fundão), é licenciada em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar (ESACB-2012) e em Dietética (ESSLei – 2016). Atualmente é nutricionista estagiária à Ordem dos Nutricionistas (2588NE). Interessa-se pela área da Educação Alimentar e da Promoção da (...)