O mundo complexo dos açúcares e os novos medicamentos para o cancro

Todas as nossas células são revestidas por açúcares. Essa camada de moléculas de açúcar armazena múltiplas informações, produzindo uma rede complexa de comunicações intercelulares. Toda a informação compilada na superfície das células, sob a forma de moléculas de açúcar, está longe de ser descodificada. No entanto, já se sabe que nos dá indicação sobre os tipos sanguíneos e, além disso, têm a capacidade de ajudar a detetar o cancro.

Os açúcares que revestem a superfície das células normais são diferentes dos açúcares que se encontram nas células do cancro. Deve-se a uma alteração no aumento da densidade de um açúcar denominado ácido siálico nas células cancerígenas, evitando que sejam eliminadas pelo sistema imunológico humano.

Carolyn Bertozzi é bióloga. Trabalha com as ciências da química orgânica e da imunologia para estudar as moléculas de açúcar que revestem a superfície das nossas células.

Na investigação que desenvolve, a Professora Carolyn Bertozzi procura tecnologias inovadoras e medicamentos para atacar os açúcares que revestem a superfície celular das células cancerígenas e tornem mais potente o sistema imunológico na destruição e eliminação dessas células. Estas pesquisas podem ser muito importantes para a saúde e para o tratamento do cancro.

Veja a explicação completa de Carolyn Bertozzi na conferência realizada na TEDx StanfordLegendas disponíveis em português.