Cereais integrais na prevenção do cancro colorretal

Adotar uma alimentação equilibrada e rica em cereais integrais reduz o risco de desenvolver cancro colorretal.

Comer três porções (90g) de cereais integrais diariamente, como arroz integral, pão de trigo integral, cevada, aveia, reduz o risco em 17 por cento. Esta é a mais recente evidência e a nova conclusão do Projeto de Atualização Contínua – CUP 2017 para o cancro colorretal.

Os cereais integrais, com os seus grãos inteiros, são uma fonte rica de fibras dietéticas e de vários compostos bioativos, incluindo a vitamina E, o selénio, o cobre, zinco, ligninas, fitoestrógenios e compostos fenólicos. Muitos desses compostos são encontrados sobretudo no farelo e germe do grão e possuem propriedades anticancerígenas.

O novo relatório, integrado no CUP do World Cancer Research Fund International, avaliou toda a investigação científica sobre a relação da dieta, nutrição, atividade física e do peso corporal com o risco do cancro colorretal.

À nova recomendação do consumo diário de cereais integrais, suportada agora por evidências científicas fortes, juntam-se outras já confirmadas.

Assim as principais recomendações para diminuir o risco de cancro colorretal são:

  • ser fisicamente ativo
  • consumir cereais integrais
  • consumir alimentos ricos em fibras dietéticas
  • consumir produtos lácteos
  • tomar suplementos de cálcio (uma dose de 200 a 1.000 mg por dia)

Há um risco aumentado de cancro colorretal quando:

  • consome em excesso carne vermelha (mais de 500 g de carne cozinhada por semana, como carne de vaca ou porco)
  • consome carne processada, como bacon ou salame
  • ter excesso de peso ou ser obeso
  • bebe duas ou mais bebidas alcoólicas por dia (mais de dois copos de vinho ou de bebidas espirituosas)

Registe estas medidas preventivas, adote hábitos alimentares protetores.

Referências: World Cancer Research Fund International/American Institute for Cancer Research. Continuous Update Project Report: Diet, Nutrition, Physical Activity and Colorectal Cancer. 2017. Available at: wcrf.org/colorectal-cancer-2017.

 

Margarida Vieira

Margarida Vieira, nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição (FCNAUP-1991), mestre em Nutrição Clínica (ISCSEM-2008). Doutorada em Estudos da Criança, na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas com a cédula profissional n (...)