Prevenir lesões: o yoga pode ajudar corredores

Ninguém quer ter lesões. As lesões são dolorosas e podem marginalizar os atletas durante algum tempo. Com um treino inteligente, não há nenhuma razão para que uma lesão ocorra.

Praticar yoga pode ser uma boa aposta, ajudando a manter os músculos flexíveis e alongados. Na prática do yoga o uso da atenção plena aumenta os níveis de consciencialização e da capacidade de centrar a mente no momento presente.

“O yoga ajuda-o a ficar livre de lesões cultivando o equilíbrio entre força e flexibilidade no corpo”, diz a professora de yoga e treinadora de corrida, Sage Rountree.

Benefícios do yoga para prevenir lesões

Há pelo menos 8 razões para que um corredor ou maratonista possa beneficiar ao praticar yoga:

  1. Ao praticar o uso da atenção no momento presente, fica-se mais consciente do corpo, da capacidade respiratória, da capacidade de correr com mais rapidez ou baixar um pouco o ritmo. A concentração no corpo permite escutá-lo e respeitá-lo. Saber escutar e respeitar é a forma mais eficaz de evitar lesões.
  2. O yoga combina ações ativas e passivas ao alongar, o que é uma maneira de ajudar a manter as lesões afastadas. O alongamento ativo é composto por asanas (posturas) que movem e esticam o corpo de forma dinâmica, como as “Saudações ao Sol”, por exemplo. A “Saudação ao Sol” cria calor e flexibilidade nos tecidos. Como estiramento passivo, entende-se saber manter a postura por um minuto ou mais de uma forma ativa, mas não tensa ou relaxada. Desta forma é possível incrementar a resistência muscular, a flexibilidade e o alongamento muscular.
  3. Cuidar dos pés sobretudo ao nível da flexibilidade e da postura dos mesmos. O pé deve apoiar-se corretamente (veja o artigo “As posturas de pé na prática do yoga”). Uma boa base plantar a correta mobilidade do pé, são a base perfeita para manter uma forma saudável de correr.
  4. Uma das coisas mais importantes a alongar são os isquiotibiais e toda a linha de tecido que está ao longo da parte posterior da anca. Também é importante o alongamento de toda a parte posterior da perna. O trabalho destas zonas vai permitir também uma boa base plantar. O yoga tem um conjunto de posturas que beneficiam exatamente este problema.
  5. Uma das causas mais comuns da dor no joelho em corredores é a irritação da banda iliotibial. Os músculos circundantes são a causa do problema. Na prática do yoga existem posturas que permitem trabalhar a ligação entre os isquiotibiais e a banda iliotibial, ultrapassando ou minorando este problema.
  6. Na prática de atividades físicas intensas é comum não ouvir a voz interior que diz para parar e terminar o esforço. Ouvir essa voz é fundamental para criar uma nova noção das potencialidades de cada um. O yoga ajuda pelo trabalho consciente do corpo a perceber de uma forma muito clara, quando se deve parar e quando se pode continuar. Toda a prática de yoga é sempre um desafio pessoal e individual. Com o desenvolvimento deste conhecimento, não só aprende a conhecer o seu corpo, como aprende a lidar com a dor de uma forma confortável, tornado a sua capacidade de prática longa e duradoura.
    Um corredor sabe que quando corre o corpo liberta endorfinas cuja ação é como um analgésico natural. Este processo pode mascarar o aparecimento de lesões ou doenças. Por isso é vital que os corredores desenvolvam a perceção relativamente ao seu corpo para ajudar a reconhecer os sinais para abrandar ou parar. Esta é muitas vezes uma das mais difíceis, mas uma das lições mais valiosas, que os atletas aprendem nas suas esteiras de yoga.
  7. O yoga possui uma série de posturas que imitam o passo de corrida. Praticando-as aprende-se a dominar a passada, a forma de colocar o pé no chão e a forma correta de colocar o corpo, para que exista equilíbrio e bem-estar no movimento. A noção do centro de gravidade no corpo ao longo do movimento e que pode ser aprendido através da permanência nas posturas, é um enorme aliado na correção postural enquanto se corre, distribuindo o peso do corpo de modo uniforme.
    As lesões crónicas podem eventualmente autocorrigir através de uma prática de yoga suave mas consistente. O corpo tem inteligência inerente para encontrar um estado de equilíbrio.
  8. Os corredores têm tendência em apenas se preocuparem com a manutenção da parte frontal do corpo. Mas cuidar, muscular, flexibilizar e alongar a zona posterior do corpo é igualmente importante. O yoga é uma atividade física que trabalha os músculos todos do corpo ao mesmo tempo e desta forma, todos os músculos são tidos em consideração quando se pratica uma postura.
Fontes de informação: http://www.yogajournal.com/tag/yoga-for-runners; https://www.ekhartyoga.com/programs/yoga-for-runners ; photo credits: http://www.otreino.com.br/artigos/

Alexandra Pereira, professora de yoga através da AIPYS-Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda, Espanha 2000. Licenciada em Filosofia (FLUP 1988). Mestrado em Filosofia: “A filosofia do yoga: da prática a uma filosofia de vida” ( FLUP 2019) Exerce a sua actividade profissional de professora de yoga em Vidya-Academia de Yoga do Porto (Desde 2001). Dirigiu e ministrou cursos de Formação: "Curso de Professores de Yoga" (desde 2010 a 2016) e "Curso de Monitor de Yoga para técnico de SPA" (2013). Os seus atuais interesses de investigação, relacionam-se com as doenças autoimunes e cancro, e no contributo que a prática de yoga oferece para melhorar a condição física, mental e psicológica do praticante. Curso de especialização ("Yoga for Cancer Survivors" 2013). Alexandra Pereira, yoga teacher through the AIPYS-Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda, Spain 2000. Specialization course ("Yoga for Cancer Survivors" 2013). Licenciate in Philosophy (FLUP 1988). Master Philosophy: “The Philosophy of Yoga: From Practice to a Philosophy of Life” (FLUP 2019) Professional activity: yoga teacher at Vidya-Academia de Yoga do Porto (since 2001). Direted and teached training Courses: "Yoga Teacher Course" (from 2010 to 2016) and "Yoga Monitor Course for SPA Technician" (2013). My current research, is relate to autoimmune diseases and cancer, and the contribution that the practice of yoga offers to improve physical, mental and psychological well-being in student.