Os cancros mais incidentes na infância

Os cancros mais incidentes na infância são o osteossarcoma, os tumores de Ewing, o hepatoblastoma, o retinoblastoma, o linfoma não-Hodgkin, a leucemia linfoblástica aguda e o rabdomiossarcoma.

A Fundação Rui Osório de Castro, em parceria com uma equipa de médicos oncologistas e pediatras do Instituto Português de Oncologia de Lisboa, criou e lançou doze folhetos explicativos sobre os diversos tipos de cancro mais incidentes na infância. O objetivo deste projeto é colmatar a falta de informação científica das famílias de crianças com cancro.

Pode encontrar alguns dos folhetos informativos clicando no link para cada um: osteossarcoma, tumores de Ewing, hepatoblastoma, retinoblastoma, linfoma não-Hodgkin, leucemia linfoblástica agudarabdomiosarcoma.

Crédito das imagens:Fundação Rui Osório de Castro

Ana Catarina Mamede

Ana Catarina Mamede, natural de Peniche, é Doutorada em Biomedicina pela Universidade da Beira Interior. É membro da equipa de investigação da Unidade de Biofísica e do Centro de Investigação em Meio Ambiente, Genética e Oncobiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Aut (...)