Expectativas sobre praticar yoga e os seus benefícios

Share on Facebook58Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Quando alguém chega a um centro de yoga sempre tem alguma expectativa sobre praticar yoga ou sobre os seus benefícios. Outros surgem timidamente, talvez por temer o julgamento de terceiros ou por sentir ter alguma incapacidade para realizar as posturas. Nenhuma destas ideias é válida para o praticante de yoga.

Praticar yoga é respeitar o próprio corpo. Respeitar o corpo significa fazer o que o corpo permite, sem forçar. Significa também, executar as posturas de forma consciente. A dor que se pode sentir deve ser entendida como uma dor confortável, que ao fim de algumas respirações desaparece. Se isso não acontecer, alivie a postura ou não a execute até se sentir mais preparada.

Muitos afirmam que o yoga é uma atividade muito parada, sem movimento. Nada é mais falso que esta afirmação. Difícil é ficar “parado” numa postura. “Parado” não é bem o termo, porque ter consciência de todo o corpo, saber manter todos os músculos ativos, e com a ajuda da respiração, alongar o corpo milímetro a milímetro, é um grande esforço físico. Não se está parado, apenas a execução da postura é realizada de uma forma muito subtil, muitas vezes só percecionada pelo praticante e pelo professor, que percebe se o aluno está a praticar de forma ideal ou não.

Sempre que sentir que pode alongar ou inclinar-se um pouco mais, faça-o lentamente para sentir esses alongamentos ou inclinações de uma forma muito consciente.

Praticar yoga é trabalhar os músculos

Quando estira um grupo muscular, faça os possíveis por sentir que contraí o grupo muscular que se opõe. Por exemplo, se esticar os isquiotibiais contraía os quadríceps. Praticar yoga é trabalhar os músculos de forma separada, mas ativando todos os músculos ao mesmo tempo. A prática do yoga permite corrigir as assimetrias do corpo e a postura em geral. Por esta mesma razão, muitos praticantes com escoliose, sentem imediatamente uma diferença enorme no corpo e na postura apenas com a prática de algumas sessões.

Mas o mais importante da prática do yoga, não está na performance física, está na capacidade de incrementar a respiração a um nível que transmite tranquilidade, serenidade e uma enorme sensação de bem-estar a todo o corpo e sobretudo à mente.

Outro efeito importante é a capacidade de concentração que se obtém. Ao centrar a mente no corpo, o tentar perceber o corpo, a forma como este se move, a forma como pode ser movido através da consciência do mesmo, torna a mente centrada, em alerta e presente no momento.

Mas o efeito mais notável é a forma como ao dominar o corpo, consegue dominar a mente e pode verificar-se alteração da personalidade do praticante. Os níveis de autoconhecimento, de aceitação daquilo que se é, de autoestima, de tranquilidade face às situações do dia-a-dia, incrementam os níveis de confiança e a forma de olhar o mundo como um lugar de respeito pela mãe natureza, por todos os seres vivos e acima de tudo por si próprio.

Procure sempre um professor devidamente certificado, para o ajudar a praticar yoga. Não se acanhe de perguntar pela certificação, ou pelo local de formação. É de si que se trata e merece sempre o melhor.

Fonte de informação: Alexandra Pereira, Manual Curso de Professor de Yoga.

Alexandra Pereira

Sobre Alexandra Pereira

Alexandra Pereira é professora de yoga certificada pela Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda (AIPYS). Acredita que a prática de yoga pode oferecer uma melhoria da condição física, mental e psicológica do praticante.