Fisioterapia nos cuidados paliativos das crianças com cancro

Share on Facebook18Share on Google+0Tweet about this on Twitter

A fisioterapia pode ser benéfica nos cuidados paliativos das crianças com cancro, uma vez que disponibiliza várias técnicas para melhorar a qualidade de vida, através da prevenção e do alívio dos sintomas.

Na criança os tipos de cancro mais comuns são: a leucemia, os tumores do sistema nervoso central, os linfomas, os neuroblastomas, o tumor de Wilms, o cancro ósseo e os retinoblastomas.

A reabilitação proporcionada pela fisioterapia, auxilia na independência funcional, levando a um menor tempo de hospitalização. Esta reabilitação atua essencialmente no alívio da dor, no tratamento das complicações a nível muscular e ósseo, na fadiga, nas úlceras e na melhoria do funcionamento da função pulmonar.

As técnicas mais utilizadas na fisioterapia nestes tratamentos são a eletroterapia, a terapia manual, a crioterapia, a termoterapia, a hidroterapia, a fisioterapia respiratória e a cinesioterapia.

É importante que nestes tratamentos sejam usados métodos lúdicos, tais como brincadeiras com jogos, músicas, livros, tudo que proporcione à criança um ambiente mais tranquilo e que facilite a relação do fisioterapeuta com a criança para aumentar a cooperação no tratamento por parte da criança.

Referências: Paião, R. C. N., & de Nadai Dias, L. I. (2015). A atuação da fisioterapia nos cuidados paliativos da criança com câncer. Ensaios e Ciência: C. Biológicas, Agrárias e da Saúde16(4).; Araujo, M.M.T; Silva, M.J.P. A comunicação com o paciente em cuidados paliativos: valorizando a alegria e o otimismo. São Paulo, v. 41, n.4, 2007; Marcucci, F.C.I. O papel da fisioterapia na cuidados paliativos a pacientes com cancro. Rio de Janeiro, v. 51, n.1, 2005. Créditos da imagem:http://www.alderhey.nhs.uk/departments/physiotherapy-community-liverpool/

 

Cátia Mota

Sobre Cátia Mota

Cátia Mota licenciada em Fisioterapia (CESPU- 2014). É fisioterapeuta na Clínica MAPADI e na Clínica Santa Barbara.