Malagueta para despertar os sentidos!

Share on Facebook66Share on Google+0Tweet about this on Twitter

A malagueta, variedade de Capsicum frutescen, é uma planta aromática comestível. É um arbusto pequeno da família das solanáceas, género capsicum, com folhas ovais, flores brancas e bagas fusiformes vermelhas que atingem entre 1,5 a 3 cm. O seu fruto é bastante picante.

A cor vermelha da malagueta deve-se à presença de alguns carotenoides: capsantina, capsorubina e capsantina-5,6-epóxido. Trincar uma malagueta faz despertar todos os sentidos porque na sua composição estão diferentes compostos bioquímicos como os polifenois, particularmente flavonoides, a quercetina e a luteolina que apresentam propriedades antioxidantes significativas e a sua capacidade anti inflamatória é devido à presença da capsantina. Para além destes compostos, a malagueta é rica em vitaminas C, D e E.

A malagueta é muito simples de cultivar. Siga 7 passos:

  1. A forma mais económica é esta: coloque uma malagueta ao sol e quando estiver seca retire as sementes para plantar.
  2. Após retirar as sementes deve coloca-las em água durante algumas horas, antes de as colocar na terra.
  3. Coloque as sementes, a 50 mm de profundidade na terra a uma distância de 30 cm. Para um metro quadrado coloque 2 sementes. Se quiser usar um vaso apenas, dos 10 que recomendamos ter na sua horta “+saúde por metro quadrado”, coloque nele apenas uma semente.
  4. A planta não é muito exigente, adapta-se facilmente a todos os climas, mas o solo deve apresentar uma boa drenagem.
  5. A rega deve ser feita todos os dias, e se necessário de manhã e ao fim da tarde. Contudo, não se deve encharcar o solo e sim regar para que este fique húmido. Quando a planta apresentar um tamanho médio, basta apenas regar uma vez por dia.
  6. Tenha o cuidado de ir retirando as ervas daninhas, para não competirem com o alimento da sua planta e das suas futuras malaguetas.
  7. As malaguetas estão prontas para serem colhidas entre dois a três meses após a sementeira. Depois basta secá-las.

Não é obrigatório que uma malagueta cause um despertar excessivo dos sentidos, isto é que nos ponha a língua e os olhos a arder com o nariz a pingar. O uso moderado da malagueta, desperta o paladar com o seu sabor picante e intenso, ao mesmo tempo a visão agradece pela cor vermelha conferida aos cozinhados.

Uma planta de malaguetas no jardim ou alpendre, pode produzir entre 10 a 30 bagas, depois de secas podem ser conservadas anos na sua dispensa. Primeiro cultive malaguetas, depois invente a receita para a sua própria conserva!

Referências:  Clevely Andy, Katherine Richmond. Manual completo de Plantas e Ervas Medicinais. Lisboa: Editorial Estampa;  Hervert-Hernadez, D. et al l. Bioactive Compounds of Four Hot Pepper Varieties (Capsicum annuumL.), Antioxidant Capacity, and Intestinal Bioaccessibility Published online 2010 March 1. Pp 3399-3406. Koffi-Nevry, R. et a. Antibacterial Activity of bell pepper extracts: Capsicum annuum L. and Capsicum frutescens. 2011 May 24 doi: 10.1080/10942912.2010.509896; Zimmer Rigon, A. et al. Antioxidant and anti-inflammatory properties of Capsicum baccatum: From traditional use to scientific approach. 2012 January 6. doi:10.1016/j.jep.2011.11.005.; Créditos da imagem:Csuka András, Licença de Conteúdos da FreeImages.com

Catarina Santos

Sobre Catarina Santos

Catarina Santos é licenciada em Dietética pela Escola Superior de Saúde de Leiria. Interessa-se pela área das Tecnologias de Produção Animal e Vegetal e pela Nutrição.