Leite materno: questões frequentes, respostas congruentes

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Está provado que os bebés alimentados ao peito têm menor probabilidade de infecção que os alimentados com fórmulas infantis. O leite materno contém nutrientes essenciais, anticorpos e outros fatores importantes para o crescimento do bebé que não podem ser substituídos. Esclarecemos algumas questões frequentes em relação ao leite materno.

Existem vários tipos de leite materno?
Os diferentes tipos de leite materno estão dependentes da fase de lactação. A composição varia dependendo da hora do dia e é diferente de mãe para mãe. Varia de acordo e ao longo do tempo da mamada, do apetite e da sede de cada bebé. Geralmente no período da manhã é mais rico nutricionalmente pois o descanso nocturno e a recuperação do sono favorece a produção de leite.

Quais as diferentes fases da lactação?
O colostro é a primeira secreção a ser produzida após o nascimento do bebé, entre o 1º e o 7º dia e tem uma cor mais amarela. É o primeiro alimento até ao início da produção do leite de transição e contém uma quantidade maior de proteína e menor gordura comparativamente ao leite maduro.
O leite de transição é produzido durante a transição entre o colostro e o leite maduro, quando a produção de leite começa no tecido mamário e enquanto a lactação não está totalmente estabelecida. É produzido entre o 8º e o 20º dia.
O leite maduro é produzido a partir do 20º dia, varia ao longo do dia e entre mulheres. O valor energético depende essencialmente do conteúdo em gorduras que vai aumentando ao longo da mamada e ronda as 70kcal.

Quais são os nutrientes do leite materno?
Os nutrientes presentes são os necessários para permitir o crescimento e desenvolvimento do bebé. A sua composição inclui: água; proteínas que contribuem com 75% do conteúdo nitrogenado e o conteúdo proteico não nitrogenado inclui ureia, nucleótidos, péptidos, aminoácidos livres e DNA; gorduras sobretudo ácidos gordos essenciais e ácidos gordos polinsaturados; o hidrato de carbono principal é a lactose; minerais, vitaminas e oligoelementos.

Que outros componentes existem no leite?
O leite materno contém outros componentes não nutricionais importantes como factores antimicrobianos, enzimas digestivas, hormonas e factores de crescimento, fundamentais na protecção contra infecções e doenças mas também no desenvolvimento do sistema imunológico.
Os componentes imunomodeladores e os factores de crescimento transportados no leite materno são:
– IgA secretória – predominantemente imunoglobulinas
– Citoquinas Bioactivas – incluem factor de crescimento transformador-b (TGF-b) 1 e 2 e interleucina 10 (IL-10)
– Leucócitos, oligossacáridos, lisozima, lactoferrina, adiponectina, interferão-g, factor de crescimento epidermal (EGF) e factor de crescimento semelhante á insulina (IGF) -1.

Referências: The Infant Nutrition Council Ltd (INC), Breastmilk Information. American Academy of Pediatrics, Committee on Nutrition. Pediatric Nutrition Handbook. Kleinman RE, ed. 6th ed. Elk Grove Village, IL: American Academy of Pediatrics; 2009. Créditos da imagem: Artist Stanisław Wyspiański (1869–1907) Motherhood. Current locationNational Museum in Warsaw (MNW)

Marisa Figueiredo

Sobre Marisa Figueiredo

Marisa Figueiredo é nutricionista e mestre em Nutrição Clínica, pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz. É doutoranda na Faculdade de Medicina de Lisboa no curso de Doenças Metabólicas e de Comportamento Alimentar. Dedica o seu trabalho à nutrição clínica, no adulto e na criança, com particular interesse pela alimentação e saúde infantil. A prevenção começa in útero.