Dia Mundial da Saúde 2015: do campo ao prato

“Do campo ao prato, tornar os alimentos seguros” é o lema da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o Dia Mundial da Saúde de 2015, dedicado ao tema da Segurança Alimentar.

A segurança alimentar é caraterizada por um conjunto de normas de produção, transporte e armazenamento de alimentos que visam determinadas características microbiológicas, físico-químicas e sensoriais e, segundo as quais os alimentos são adequados ao consumo.

Um alimento seguro deve estar limpo e livre de micróbios, de vírus e produtos químicos.
Ele é seguro porque as pessoas que o trazem até nós tomam precauções em todas as etapas do processo para mantê-lo seguro. Das quintas, da pesca e fábricas até aos nossos pratos. A segurança alimentar é importante pois contribui para a saúde, produtividade e economia da população.
Mas nem todos os nossos alimentos são seguros. Todos os anos, milhões de pessoas adoecem como consequência de alimentos contaminado: podem causar doenças, desnutrição e até morte. Todos nós corremos riscos, especialmente as crianças, os idosos e pessoas doentes.
De forma a garantir a segurança dos nossos alimentos, todos devemos procurar saber de onde são provenientes, como são armazenados, distribuídos, preparados e servidos.
Devemos conhecer os nossos alimentos e saber como prepará-los em segurança.
Todos precisamos de alimentos, como tal todos devemos tomar medidas de forma a garantir a segurança do que ingerimos.

O vídeo seguinte, mostra 5 formas simples que contribuem para a segurança dos seus alimentos: mantenha a limpeza; separe os alimentos crus dos que estão cozinhados; cozinhe bem os alimentos; mantenha os alimentos a temperaturas seguras; use água e matérias primas seguras.

Fontes de informação: https://www.youtube.com/watch?v=8saaEsV0Th4; http://www.who.int/campaigns/world-health-day/2015/poster/en/; http://www.who.int/mediacentre/news/releases/2015/food-safety/en/

Milene Rechena

Milene Rechena, licenciada em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco em 2012. Tem como principais interesses a área da alimentação e da nutrição na terceira idade, a reeducação alimentar e a nutrição na prevenção de doenças. Gosta de f (...)