O relaxamento

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter

O relaxamento numa aula de yoga é um dos momentos mais importantes e mais difíceis de executar, quando se inicia a sua prática.

Antes de qualquer exercício físico ou mental, aprender a observar a tensão muscular e saber libertar essas mesmas tensões deve ser o primeiro passo.

O relaxamento permite aprender a controlar sintomas, como o stress e a ansiedade.

O relaxamento pratica-se em duas alturas distintas da aula. A primeira realiza-se logo no início, para aliviar as tais tensões físicas e psicológicas acumuladas no dia-a-dia, mas também, para que a mente se concentre na atividade que vai desempenhar a seguir. A segunda deverá ser no final da prática de yoga.

Para dar início ao processo de relaxamento é necessário começar com a postura de Savasana: corpo apoiado no chão, com os braços ligeiramente afastados do corpo, com as palmas das mãos voltadas para cima e as pernas ligeiramente afastadas.

O relaxamento perfeito deve ser conseguido a três níveis: nível físico, mental e espiritual.

Uma das maneiras de conseguir relaxar fisicamente é enviar mensagens através da mente para todo o corpo. Por cada movimento existe um pensamento, para haver relaxamento também tem de haver um pensamento, que induza o corpo. Sentir a ligação entre mente e corpo é fundamental, para relaxar. Começar por uma zona específica do corpo e percorrer o corpo todo, enviando mensagens de relaxamento.

O relaxamento mental consegue-se por exemplo, ao centrar a mente no processo da respiração. Sentindo a tranquilidade da respiração a mente também se acalma.

O relaxamento espiritual obtém-se quando a mente consegue deixar de se identificar com as emoções e com as preocupações. Trata-se de um estado mental em que o praticante de yoga não se identifica com nada que o rodeia, nem com qualquer pensamento ou emoção.

Estes três tipos de relaxamento são interdependentes e atuam uns sobre os outros. Ao relaxar o corpo através da autossugestão, a mente também se acalma, dando-se início à cessação das ondas mentais e contribuindo para que a mente deixe de se identificar com a realidade circundante.

O relaxamento deve ser sempre guiado e acompanhado por alguém devidamente acreditado para o fazer. Só alguém exterior a nós pode compreender qual o ritmo a incrementar no relaxamento, quais as frases chave que permitem o relaxamento e qual a melhor forma de relaxar.

Referencias: Manual Curso de Professores de Hatha Yoga Ed. Vidya-Academia de Yoga do Porto, 2010. “El libro del yoga”, Swami Visnhu Devananda, Alianza Editorial, S. A., 2001
Fonte da Imagem: http://yogapositions.co.in/savasana.html
Alexandra Pereira

Sobre Alexandra Pereira

Alexandra Pereira é professora de yoga certificada pela Asociación Internacional de Profesores de Yoga Sananda (AIPYS). Acredita que a prática de yoga pode oferecer uma melhoria da condição física, mental e psicológica do praticante.