Beterraba: nua e crua

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Nua e crua é como deve comer a beterraba: depois de bem lavada e descascada, a beterraba está pronta para fornecer vários nutrientes.

Os principais nutrientes da beterraba são o folato, o manganésio, o potássio, as fibras e pequenas quantidades de vitamina C, magnésio e ferro.

Além destes nutrientes, também encontrados noutros legumes, a beterraba tem uma particularidade e que a distingue: contém um grupo único de pigmentos azotados solúveis, responsáveis pela sua cor vermelha intensa, as betalaínas.

Na beterraba, e no que respeita às betalaínas, a mais abundante é a betacianina-betanina, denominada simplesmente por betanina e com excelentes concentrações entre os 300 a 600 mg/kg.

Pelo que os estudos evidenciam, as betalaínas são compostos fitoquímicos que revelam uma potente atividade antioxidante, classificando a beterraba como um dos 10 vegetais com maior poder de proteção contra os radicais livres e de combate ao stress oxidativo, mecanismo este identificado por promover a inflamação e a carcinogénese.

Depois de mais de quinze anos de investigação com o grupo das betalaínas, há estudos que apontam para os seus efeitos benéficos no cancro do pulmão.

Um estudo publicado no British Journal of Nutrition verificou que o sumo de beterraba pode baixar a pressão arterial, contribuindo para a prevenção e tratamento da hipertensão, um dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Escolha beterrabas frescas, jovens e pequenas, com um tamanho semelhante ao de uma bola de golfe, de pele firme e cor vermelha escura.

Experimente uma combinação de beterraba, cenoura, pepino e pimento. Todos estes legumes crus, ralados ou em fatias muito finas, temperados com azeite, sumo de limão e salsa picada. É deliciosa e é uma entrada famosa da gastronomia francesa. Mais simples do que isto, em sumo.

 

Referencias: Stintzing FC, Carle R 2004. Functional  properties  of  anthocyanins  and betalains in plants, food, and in human nutrition. Trends in Food Science & Technology 15: 19–38.; Hobbs DA, Kaffa  N, George  TW, Methven L, Lovegrove JA. (2012) Blood pressure lowering effects of beetroot juice and novel beetroot enriched bread products in normotensive male subjects. Br J Nutr. 2012 Mar 14:1­9.; Zhang Q, Pan J, Wang Y, Lubet R, You M. Beetroot red (betanin) inhibits vinyl carbamate- and benzo(a)pyrene-induced lung tumorigenesis through apoptosis. Mol Carcinog. 2012 Mar 27.; Zielińska-Przyjemska M, Olejnik A, Kostrzewa A, Luczak M, Jagodziński PP, Baer-Dubowska W. The Beetroot Component Betanin Modulates ROS Production, DNA Damage and Apoptosis in Human Polymorphonuclear Neutrophils. Phytother Res. 2012 Jun;26(6):845-52.
Fonte de imagem:http://www.csid.ro/diet-sport/dieta-si-nutritie/galerie-foto-galerie-foto-alimente-scazute-in-calorii-12877834/p2

Este texto foi publicado pela primeira vez no Stop Cancer Portugal em julho de 2012.

Margarida Vieira

Sobre Margarida Vieira

Margarida Vieira é nutricionista e doutorada em Estudos da Criança na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Os seus interesses de investigação estão centrados na promoção e comunicação para a saúde e na prevenção do cancro. Autora e fundadora do Stop Cancer Portugal - adotar um estilo de vida saudável.