Porque são irresistíveis os alimentos com açúcar?

É aborrecidamente verdade: o açúcar está em quase tudo o que compramos para comer e beber! E não está apenas nos doces e nas sobremesas.

A maioria das crianças portuguesas, hoje, ingere diariamente doces, como confirma uma notícia recentemente publicada pelo JN, a propósito de uma investigação conduzida pelo Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).

Por mais que isto seja referido na capa dos jornais, continuamos incapazes de conceber a extensão de uma das principais ameaças sobre a saúde futura destas crianças. Por ser um processo longo, a repetição diária do abuso de produtos alimentares que não transportam mais do que açúcar, o resultado só se vê uns anos mais tarde.

A ingestão diária do açúcar acontece agora, os resultados revelam-se depois com a obesidade, a diabetes e outras doenças que se vêm a instalar em paralelo.

Esclarecidos sobre os factos, com argumentos credíveis, somos capazes de fazer as alterações necessárias para transformar esta realidade.

Veja o que acontece no cérebro que torna os alimentos com açúcar irresistíveis.

Créditos da imagem: Jornal de Notícias

Margarida Vieira

Margarida Vieira, nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição (FCNAUP-1991), mestre em Nutrição Clínica (ISCSEM-2008). Doutorada em Estudos da Criança, na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas com a cédula profissional n (...)