O sol da Primavera, um simples e benéfico prazer!

 primaveraA Primavera está a chegar e com ela trás o magnífico sol que tanto nos aquece a alma e o coração!

Depois de um Inverno escuro e chuvoso quase nos sentimos em êxtase com a possibilidade de sair para a rua e desfrutar do simples prazer de passear num dia ameno e com um céu radioso. Todos sabemos como o nosso humor melhora e como tudo parece mais ligeiro.

Muito se tem dito sobre os perigos da exposição excessiva ao sol e sabemos quais os cuidados a ter: evitar as horas de maior calor, usar um chapéu e protector solar e beber muita água. Mas há que recordar que a luz solar também tem efeitos muito benéficos para a nossa saúde. Um desses efeitos, sobejamente conhecido, é o aumento da produção de vitamina D pelo nosso organismo mas existem outros e não são menos importantes.

Um estudo publicado no “The Lancet” em 2002 demostra que existem efeitos claros da luz do sol e das estações do ano na produção de serotonina pelo cérebro. A serotonina é um neurotransmissor, ou seja, uma substância química que actua como um mensageiro do cérebro pois permite que sejam enviados sinais entre os neurónios e as restantes células do corpo. Para além da serotonina existem muitos outros neurotransmissores mas este em particular tem efeitos sobre diversas funções importantes do organismo, nomeadamente sobre a regulação do sono, os estados depressivos e ansiosos, a saciedade, a actividade sexual, entre outras.

Naturalmente existem muitos factores que influenciam o nosso humor mas tudo parece mais fácil quando nos deixamos banhar pela luz do sol num passeio a pé, enquanto lemos um livro ou conversamos com alguém. É uma sugestão de grande simplicidade mas também de grande benefício para a sua saúde e bem-estar até porque “a vida é feita de pequenos nadas”.

Referências: LAMBERT, G. W., et al. Effect of sunlight and season on serotonin turnover in the brain. The Lancet, 2002, 360.9348: 1840-1842.

Por indicação do autor, este texto não obedece ao novo acordo ortográfico.

 

Rita Rosado nasceu em 1974 no Barreiro apesar de viver actualmente numa aldeia do Concelho de Tomar com a sua família. Licenciou-se em Psicologia Clínica pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa em 1997, é membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses com a cédula profissional nº 007261 e concluiu o Mestrado em Ciências da Educação – Formação de Adultos em 2007, pela mesma Universidade. Fez formação em Psicoterapia durante 2 anos, na Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica e exerceu esta actividade entre 1998 e 2005. Actualmente trabalha na área de Orientação Profissional e concilia esta atividade com a formação amadora na área musical. O seu interesse pela problemática da prevenção do cancro aprofundou-se após a experiência que vivenciou enquanto familiar de doentes de cancro. A sua abordagem perante a prevenção dos estados de doença tem por base uma visão holística dos seres humanos enquanto seres com uma dimensão física, emocional e até espiritual ou existencial com necessidade de cuidados ao nível de todas estas facetas.     Rita Rosado was born in Barreiro in 1974 but now lives in a small village near the city of Tomar (Central Portugal). Rita studied Clinical Psychology at Psychology and Educational Sciences College at Lisbon University and got her degree on 1997. She also got a Master degree in Educational Sciences – Adults Education, at the same College, ended in 2007. Rita had 2 years training in Psychoterapy at Portuguese Clinical Psychology Society and worked as a Psychoterapist between 1998 and 2005. At the moment she works has a Career Counselling and spends also some time learning music. Rita´s interest in cancer prevention grows when she had to face this problem in her family. Her vision about health prevention is: “We should see human beings in their multiple dimensions, physical, emotional and spiritual or existential and realize the need to care for all these dimensions”.