Dia Mundial do Cancro 2014: desconstruir mitos para prevenir

Share on Facebook90Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Mitos sobre o CancroAssinala-se, hoje, o Dia Mundial do Cancro.

Só em 2008 esta doença matou 7,6 milhões de pessoas, representando 13% das mortes mundiais. No entanto, mais de 30% dos casos de cancro podem ser prevenidos, seguindo um estilo de vida saudável: praticar exercício físico com regularidade, beber bebidas alcoólicas com moderação, eliminar o tabaco dos seus hábitos diários, sem esquecer da alimentação saudável.

Embora os factos em relação ao cancro sejam inúmeros, é importante também considerar alguns mitos ligados à doença oncológica. Este ano a atenção vira-se para quatro deles, que são:

  1. Não adianta falar de cancro. Falar sobre cancro pode ajudar a modificar crenças negativas e comportamentos que perpetuam estes mitos e mobilizar as pessoas para a deteção precoce e o tratamento.
  2. Não há sinais ou sintomas de alerta para o cancro. Para muitos tipos de cancro há sinais e sintomas de alerta, esteja atento.
  3. Não há nada a fazer em relação ao cancro. Há muito a fazer em relação ao cancro e a prevenção é a melhor estratégia que se pode adotar.
  4. Eu não tenho direito a tratamento para o cancro. Todas as pessoas têm igualdade de direitos no acesso a tratamentos comprovados e eficazes contra o cancro.

Fontes de informação: http://www.who.int/features/factfiles/cancer/facts/en/index2.html; http://www.worldcancerday.org/cancer-myths

Milene Rechena

Sobre Milene Rechena

Milene Rechena é licenciada em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco em 2012. Colaborou no Stop Cancer Portugal entre 2013 e 2015.