+ Saúde por metro quadrado: o regresso

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter

736608_133613163468898_837152473_oEstá de volta a rubrica “+Saúde por metro quadrado“!

O objetivo do novo conjunto de rubricas é que o leitor à medida que nos acompanha, seja capaz de cultivar algumas ervas ou plantas medicinais. Já sabe, basta um só metro quadrado ou conjunto de vasos com medidas equivalentes para colocar em prática esta tarefa.

Apesar de existirem muitas definições para a palavra erva, todas elas se tornam incompletas. Para os botânicos, erva quer dizer que é uma planta que murcha quando atinge o seu estádio final de crescimento. Em medicina, a palavra refere-se a qualquer planta que pode contribuir para a prevenção ou para tratamento de doenças. Já em culinária significa uma parte de uma planta que é usada na preparação dos alimentos.

As ervas são consideradas medicinais quando são constituídas por substâncias naturais que apresentam atividade farmacológica. De uma forma geral, têm substâncias bioativas com efeitos diversos: efeito anticancerígeno, anti-inflamatório, antioxidante entre outros. Atuam ainda nos vários sistemas do corpo humano como por exemplo, no sistema nervoso, no sistema circulatório, no sistema digestivo.

As plantas medicinais são muito utilizadas na produção de cosméticos, na produção de fármacos, como plantas ornamentais, na produção de óleos essenciais que são extraídos destas plantas e na indústria alimentar.

Todos nós consumimos plantas medicinais ao longo do dia sem darmos conta, se praticarmos uma alimentação variada e diversificada, isto é saudável. Um bom exemplo é quando comemos sopa, salada, ou nos condimentos, nos molhos e até mesmo à sobremesa.

Por isso mesmo, e integrando o “movimento” que utiliza as plantas para alcançar benefícios para a saúde, para ajudar a prevenir algumas doenças, pode aliar a produção caseira, tirando partido de produtos frescos, seguros e que podem estar prontos para serem consumidos.

Agora a rubrica “+Saúde por metro quadrado” vai ajudá-lo a cultivar ervas ou plantas medicinais pelo menos uma vez por mês.

O ser humano precisa de estar mais próximo da natureza e de um estilo de vida saudável e consciente. Aproxime-se e comece a cultivar esta ideia!

Referências:  Clevely Andy, Katherine Richmond. Manual completo de Plantas e Ervas Medicinais. Lisboa: Editorial Estampa; Beles, João. Naturopatia, a natureza cura a natureza. Edições Mahatma.

 

Catarina Santos

Sobre Catarina Santos

Catarina Santos é licenciada em Dietética pela Escola Superior de Saúde de Leiria. Interessa-se pela área das Tecnologias de Produção Animal e Vegetal e pela Nutrição.