Tenho uma bicicleta na garagem

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Num destes finais de tarde, já com o frio a entrar pelas costas, fui fazer uma caminhada sem contar tempo, distância ou atender ao percurso. Apenas fui, por entre ruelas e caminhos. Estava dentro de um espaço delimitado, é certo, mas fui andando.

Deparei-me com inúmeras pessoas, umas com identificação clara alusiva a um ou outro clube mas muitas outras iam surgindo sem qualquer identificação.

E o curioso é que, à medida que a noite se instalava ouviam-se, aqui e acolá, toques de campainhas! Pois é, há quanto tempo não ouvia este som???

Campainhas das mais variadas tipologias de bicicletas! No mesmo asfalto em que os ciclistas faziam o seu treino fluíam também crianças com as suas bicicletas que iam acompanhando os seus pais/parentes que percorriam o trajecto correndo. Há muito que não via assim uma afluência de ciclistas!

Hoje em dia muitas autarquias fizeram obras nos municípios criando as ciclovias. Porque não dar uma volta e testar a sua bicicleta?

Talvez não seja possível fazer o caminho para o emprego nela … e ao fim-de-semana?

Que tal ir passear de bicicleta e sentir o frio do Outono a passar na cara? Pequenos prazeres que nos fazem revigorar, acredite.

Cristina Antunes

Sobre Cristina Antunes

Cristina Antunes é licenciada em Professores do Ensino Básico na variante de Educação Física (ESE-IPG) e mestre em Ciências da Educação na especialidade de Administração e Organização Escolar (FEP-UCP). Exerce docência de educação física no 2º ciclo numa escola de Lisboa. Colaborou no Stop Cancer Portugal até janeiro de 2014.