Agrião: mais perto de si

Share on Facebook89Share on Google+0Tweet about this on Twitter

A meio da segunda quinzena de outubro ainda vai a tempo de plantar um hortícola conhecido por  agrião-da-horta.

O agrião é uma planta pertencente à família das crucíferas, como os brócolos e as couves. Existem duas espécies de agrião, o agrião-de-rio e o agrião-da-horta.

Vamos escolher a espécie Barbarea verna, o agrião-da-horta semeado em terra.

Muitos poderão desconhecer que o agrião é um hortícola que antigamente nascia de modo selvagem junto às águas paradas, ganhando assim uma má reputação durante longos anos, por ser associado a contaminações, ou seja, julgava-se que o seu crescimento era feito à custa de águas poluídas.

Hoje em dia, o agrião é vendido nos supermercados e além de não representar qualquer malefício para a saúde é ainda considerado por vários estudos científicos como um vegetal de elevada importância nutricional.

Junte os seus habituais utensílios de cultivo e, prepare-se para semear o agrião já:

– Como cultura, o agrião prefere solos férteis, por isso, primeiro fertilize a terra com 10 a 15 g de fosfato, 10 a 20 g de K2O (óxido de potássio) e 8 a 15 g de azoto;

– Instale por sementeira direta, isto é, coloque as sementes no local onde quer obter o vegetal, com um espaço de 25 a 30 cm de distância entre as plantas;

– O solo deve ser mantido húmido para uma boa produtividade e qualidade, mas sem ser encharcado;

– E já está! Efetue a colheita entre janeiro e março, cortando a parte aérea da planta.

Esta planta é considerada como muito perecível e sensível ao etileno, um composto sintetizado pela maioria dos tecidos vegetais, estando a sua atividade relacionada com a promoção da abcisão foliar, do amadurecimento das folhas ou frutos e da senescência de flores. Por isso, para assegurar a preservação das folhas de agrião e as suas qualidades nutricionais, o melhor é consumir fresco, logo após a colheita ou então pode colocar no frigorífico mas por poucos dias.

Os benefícios do agrião

Registou a facilidade com que pode cultivar agriões?

Saiba também que têm poucas calorias, são isentos de gorduras e destacam-se pela riqueza em manganésio, cálcio, magnésio e fósforo. São fonte de alguns fitoquímicos com potenciais benefícios para a saúde, como é o caso dos glucosinolatos. Estes fitoquímicos libertam um composto, o β-feniletil isotiocinato (PEITC) , que contribui para o seu sabor apimentado, bem como pelos resultados animadores na prevenção do cancro. Encontrará uma explicação mais rigorosa deste vegetal aqui.

Um dos princípios para ter uma alimentação saudável é variar, por isso mesmo, tem agora mais uma variedade hortícola a introduzir facilmente na sua pequena horta. Quer aproveitar e ter o agrião mais perto de si?

Referências: Alberto Gardé, Nydia Gardé. Culturas Hortícolas Nova Colecção Técnica Agrária. Vol. I. Lisboa: Clássica Editora, 1988.;Almeida, Domingos. Manual de Culturas Hortícolas. Vol. II. Lisboa: Editoral Presença, 2006.

Catarina Santos

Sobre Catarina Santos

Catarina Santos é licenciada em Dietética pela Escola Superior de Saúde de Leiria. Interessa-se pela área das Tecnologias de Produção Animal e Vegetal e pela Nutrição.