Plante um nabo e ganhe as folhas da nabiça!

Com o outono a chegar, a horta “+ Saúde por Metro Quadrado” prepara-se para receber mais um hortícola e acabar por usufruir de dois: o nabo e a nabiça.

Qual é a origem da nabiça? A nabiça é originária das folhas do nabo.
O nabo é uma espécie hortícola que pode ser cultivada pelas suas raízes (nabo em si), folhas (nabiça) ou inflorescências (grelos), existindo cultivares adaptadas à produção mais exclusiva dos diferentes produtos hortícolas.

O nabo é uma espécie hortícola bienal, cultivada como anual, em que o seu ciclo cultural dura cerca de 40 a 60 dias na primavera e verão e 90 a 100 dias durante o inverno. Ao longo do primeiro ano, a planta forma folhas, dispostas em roseta, e uma raiz carnuda que acumula substâncias de reserva para assegurar o crescimento no segundo ano.

É uma cultura que prefere climas frescos e húmidos, podendo suportar geadas ligeiras. As temperaturas médias mensais ótimas para esta cultura situam-se no intervalo de 15 a 20°C.

O nabo prefere solos com boa capacidade de retenção de água durante a fase de crescimento. As temperaturas amenas aproximam-se, logo é a altura ideal para cultivar o nabo e usufruir também da nabiça. Então, por onde deve começar?

– Mobilize a terra e abra covas. Aplique a fertilização necessária ao desenvolvimento da planta. Fertilize com 10 a 12 g de azoto (N), 6 a 8 g de anídrico fosfórico (P2O5) e 10 a 16 g de óxido de potássio (K2O);

– Após fertilizar, instale a cultura do nabo por sementeira direta. A sementeira é frequentemente efetuada com entrelinhas de 10 a 25 cm. A melhor previsão é que cresçam 2 a 5 caules de nabo por vaso e 5 a 10 caules por metro quadrado;

– Tenha o cuidado de deixar o terreno com uma camada superficial regular para que haja uma germinação uniforme;

Regue diariamente a cultura assim que se aperceba que a terra está seca, com ajuda do regador. A quantidade de água que a cultura necessita irá depender muito se o Inverno será chuvoso ou até mesmo do tipo de solo, se é mais drenante ou não;

– Colha a nabiça manualmente, quando a planta atingir o tamanho desejado, antes do engrossamento da raiz e do espigamento das folhas. Normalmente a colheita de Inverno é feita em meados de Dezembro quando as folhas tem aproximadamente 10 a 15 cm;

O mais difícil já está. Para consumir as folhas de nabiça bem frescas lave-as muito bem. A lavagem é muito importante para minimizar qualquer vestígio de terra.

Esta variedade vegetal tão fácil de plantar e de obter em qualquer espaço pequeno da sua casa, destaca-se do ponto de vista nutritivo por possuir um elevado teor em vitaminas A e C, de cálcio e de fibras alimentares, proporcionando também um elevado aporte de água (90%). Todos estes nutrientes devem ser consumidos através da alimentação, com uma regularidade diária para a boa saúde.

Plante um nabo e ganhe as folhas de nabiça logo no primeiro ano!

Usufrua dos recursos que tem disponíveis. Cultive e produza vegetais caseiros e ensine os mais novos a fazer o que os avós sabiam, e nós, estamos a perder aos poucos.

Deixe as crianças ajudar no cultivo, em tarefas simples, motivando-as por um lado, ensinando por outro. E elas serão as primeiras, no futuro, a querer criar uma pequena horta, a preservar saberes antigos e a estar mais disponíveis para comer sopa e consumir vegetais, tão importantes para um crescimento normal e saudável.

Referências:Alberto Gardé, Nydia Gardé. Culturas Hortícolas Nova Colecção Técnica Agrária. Vol. I. Lisboa: Clássica Editora, 1988.;Almeida, Domingos. Manual de Culturas Hortícolas. Vol. II. Lisboa: Editoral Presença, 2006.

Catarina Santos

Catarina Santos, natural de Alpedrinha (Fundão), licenciada em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar (ESACB-2012), atualmente, frequenta a licenciatura de Dietética na Escola Superior de Saúde de Leiria. Interessa-se pela área das Tecnologias de Produção Animal e Vegetal e pela Nutrição ma (...)