“O essencial é invisível aos olhos”

A forma como os outros olham para nós é algo que marca.

Pela positiva ou pela negativa, mas marca.

Reequacionar modos de vida é algo que tem de partir de cada um para que essa tomada de decisão seja assumida em plenitude e “adotar um estilo de vida saudável” entranha-se no corpo com lugar de destaque no íntimo pessoal e intransmissível porque “o essencial é invisível aos olhos“.

A motivação não está no que os outros vêem mas no que sinto; não está em comentários de terceiros mas na leveza com que os meus passos se sucedem; não reside no alheio mas em perceber que o meu organismo responde a excessos com pequenos alertas que nos fazem abraçar este modo de viver.

A forma como o nosso corpo se levanta e desempenha os movimentos básicos com naturalidade, sem estar ‘preso’ sem se ‘prender’ libertando-se e responsabilizando-se como sendo único dá-nos liberdade para cativar.

Há sempre uma forma de cuidar e é em pequenas decisões que podemos fazer a diferença e a amplitude do bem querer pessoal espelha o modo de olhar.

Cristina Antunes

Maria Cristina Antunes é licenciada em Professores do Ensino Básico na variante de Educação Física (ESE-IPG), mestre em Ciências da Educação na especialidade de Administração e Organização Escolar (FEP-UCP) e doutoranda em Estudos da Criança na especialidade Organização da Educação (...)