Refeições rápidas em tempo de férias

Share on Facebook13Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

férias

Durante a infância é essencial uma alimentação cuidada e equilibrada para um desenvolvimento e crescimento normais. Por isso, a promoção da saúde deve começar o mais cedo possível, para que quando atingida a idade adulta estejam adquiridos hábitos saudáveis. Daí que o papel da família e da escola na educação da alimentação das crianças e jovens seja inquestionável.

A maior parte das crianças gosta de salsichas. E as crianças de Portugal não são excepção. Estamos em tempo de férias e este tipo de produto alimentar costuma ser uma das escolhas para refeições rápidas que satisfaçam as crianças.

A leucemia é o tipo de cancro mais frequente na infância. A leucemia linfoblástica aguda representa 80% dos diagnósticos, seguida da leucemia mielóide e outros subtipos de leucemia crónica.

A alimentação tem um papel preponderante na etiologia do cancro. Um estudo da Harvard School of Public Health nos EUA e publicado no BMC Cancer, sobre  o consumo de produtos de charcutaria, tais como o bacon ou as salsichas, é exemplo disso mesmo. O presente estudo refere que crianças que consomem regularmente este tipo de produtos alimentares correm um risco aumentado (aproximadamente 74%) de desenvolver leucemia aguda, isto é, aqueles que consumiam carne e peixe fumados mais do que uma vez por semana apresentavam um risco maior quando comparado com o grupo de crianças que raramente consumia esses produtos. Acrescenta ainda que o consumo de vegetais pode ajudar a proteger as crianças contra esse tipo de cancro. Concretamente aqueles que consumiam mais vegetais apresentavam metade do risco observado nas crianças que evitavam esses alimentos.

O consumo de produtos curados e fumados derivados da carne e do peixe contêm nitritos e o ambiente ácido do estômago pode levar à formação de compostos cancerígenos, as nitrosaminas.

Se por um lado é necessária moderação no consumo de produtos alimentares processados devido à grande quantidade de sal, açúcar e nitritos presentes nesses produtos alimentares, por outro, devemos incluir vegetais e frutas por conterem determinadas substâncias (vitaminas C e E, caratenóides, tocoferóis, selénio…) que podem ajudar a neutralizar compostos potencialmente cancerígenos.

Há alternativas às salsichas: os ovos, o atum, o peru e o frango. Tal como as salsichas são também refeições rápidas, mas com maior valor nutritivo e muito menor teor de gordura.

As crianças também vão gostar!

Sobre Stop Cancer Portugal

Estar informado sobre como prevenir o cancro é o primeiro passo para garantir uma vida plena de saúde. Está pronto para começar? Concentre-se na prevenção, é saúde a longo prazo.