Nadar, uma actividade para o bem-estar

Procura uma actividade física que o ajude a combater o calor? Posso sugerir-lhe a natação?

A natação é uma óptima actividade cardiovascular (predominantemente aeróbica) e, enquanto as suas glândulas trabalham para produzir suor, não fica com a sensação de estar a transpirar, oferecendo assim uma agradável pausa ao calor.

Tal como outras actividades aeróbicas, como são exemplos a marcha, a corrida e a dança, a natação melhora a saúde de diversas formas:

• Reduz a pressão arterial
• Melhora o perfil lipoproteico, deixando o colesterol “bom “ (colesterol-HDL) em níveis saudáveis
• Reduz os níveis dos triglicerídeos
• Melhora o humor
• Queima calorias e ajuda a manter o peso
• Reduz o risco de alguns tipos de cancro, tais como o cancro do colon e recto, da mama (pós-menopausa), do endométrio, do pulmão e do pâncreas.

A natação é diferente de outras opções de exercício, do tipo aeróbio, por ser uma actividade em que não há o esforço do suporte do peso do corpo: as articulações da parte inferior do nosso corpo não têm de suportar o peso corporal enquanto estamos a nadar. Por isso, a natação pode ser uma excelente opção para quem tem dificuldades em se movimentar activamente, como é o caso de quem tem dores articulares ou problemas nas articulações dos joelhos. Tenha ou não dores nas articulações, a natação é sempre uma excelente opção.

Nadar pode ajudá-lo a perder peso?

Claro. Tenha em mente que perder peso é gastar mais calorias do que as que consome. A natação pode ajudá-lo a aumentar o número de calorias que gasta durante o dia, num valor semelhante ao que gastaria se caminhasse durante uma hora, ao ritmo de 8 minutos por quilómetro. Por exemplo, uma mulher com o peso de 60 kg vai gastar cerca de 400 calorias se nadar lenta ou moderadamente ou fizer caminhada a passo acelerado, durante uma hora.

Quanto tempo deve praticar natação e o que deve incluir?

O American Institute Cancer Research recomenda, para a prevenção do cancro, o mínimo de 30 minutos de actividade física por dia. Se fisicamente está bem, se se sente confortável na água e não tem qualquer contra-indicação para estar dentro desta, tente nadar entre 30 a 60 minutos, de cada vez.

Se está a iniciar a prática da natação, comece com exercícios de 5 a 10 minutos, portanto de curta duração, e tente adicionar um ou dois percursos a nadar em cada sessão. Não é importante o estilo de natação (freestyle, mariposa, crowl, etc), o importante são os movimentos que faz. Escolha a modalidade em que se sente mais confortável; pode até mesmo alternar o estilo durante a mesma sessão.

Não se esqueça que deve fazer exercícios de aquecimento e arrefecimento. Inicie e finalize cada sessão de natação com uma ou duas voltas lentas para relaxar.

Conselhos para os novos nadadores

A natação não exige nenhuma habilidade especial, por isso colha os benefícios desta óptima actividade aeróbica.
Inscreva-se nas aulas de natação.
Se é novo na natação ou se sente um pouco enferrujado na água, inscreva-se nas aulas. Aprender a técnica adequada vai ajudá-lo a tirar o máximo proveito dos seus exercícios.
Inclua pausas.
Só porque está na aula, dentro de água, não significa que tem de nadar continuadamente. Faça pequenos períodos de descanso entre os seus exercícios. Estes intervalos irão permitir que recupere o fôlego enquanto continua a gastar calorias.
Sinta-se seguro.
Tome precauções extras para ter a certeza de que está seguro na água. Opte por nadar em locais vigiados e nade sempre dentro de sua zona de conforto.
Divirta-se.
O melhor exercício de natação que pode praticar é aquele que lhe irá dar prazer para continuar a fazê-lo. Portanto, procure um exercício que goste e adicione-o ao seu plano de actividade física.

Texto adaptado de American Institute for Cancer Research (AIRC): http://www.aicr.org/site/News2?page=NewsArticle&id=19197&news_iv_ctrl=2303.