Os Melhores Lanches

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter

Os pais querem o melhor para os seus filhos!

Toda a gente sabe que a preocupação dos pais passa por poder proporcionar-lhes a melhor escola, inscrevê-los nas melhores actividades extra-curriculares e, como não podia deixar de ser, oferecer-lhes o que há de melhor em alimentação. Fazem tudo para que os seus filhos, no futuro, sejam pessoas saudáveis e felizes.

Nas últimas três décadas assistimos a grandes transformações na vida das famílias portuguesas, tanto no contexto económico como no social. Desde então, vivemos de modo diferente e isso afectou o nosso padrão alimentar, quer dizer, a forma como comemos.

Passamos a ter acesso a novos produtos alimentares e bebidas. Enfim, agora as opções de escolha são imensas. Hoje em dia, em qualquer supermercado, há alimentos que vêm dos 4 cantos do planeta, o que confere à oferta alimentar uma dimensão global. Mas, o facto de haver mais produtos para escolher e comer, não quer dizer que todas as opções disponíveis sejam boas em todas as circunstâncias.

Quando a oferta é muita e em simultâneo acontecem muitas mudanças, é natural que se instale alguma confusão. A mudança pode ter trazido benefícios em alguns aspectos da alimentação, mas trouxe também resultados negativos, como são exemplo o aumento do número de pessoas com excesso de peso, obesidade, diabetes, hipertensão e novos casos de cancro.

Lanches: uma oportunidade para comer de forma saudável

Na alimentação é possível mudar aspectos muito simples e que podem trazer grandes benefícios. Refiro-me, por exemplo, aos lanches. A forma como preparamos os lanches dos mais novos é uma excelente oportunidade para começar a servir verdadeiros alimentos, nutricionalmente mais ricos. Devemos dar prioridade ao pão, à fruta e ao iogurte ou leite. Estes alimentos devem estar sempre em primeiro lugar.

Substituir estes alimentos frescos e naturais por alimentos processados, carregados de farinhas e açúcares, muito energéticos, mas pobres em nutrientes essenciais ao crescimento dos seus filhos, faz mesmo uma grande diferença. Resista aos lanches com nomes esquisitos que acabam em “nuts” e “nikes”. Se identifica este tipo de alimentos como uma forma rápida de solucionar os lanches, não está a seleccionar uma opção saudável.

Os pais querem o melhor para os seus filhos. Neste caso, querem os melhores lanches!

Aceite esta sugestão também para si, pois os benefícios são para todos.

Nota: Este texto foi publicado a 22.09.2009, numa versão editada em: http://comerbemateaos100.blogspot.com/2009/10/os-melhores-lanches-para-os-filhos.html

Margarida Vieira

Sobre Margarida Vieira

Margarida Vieira é nutricionista e doutorada em Estudos da Criança na especialidade de saúde infantil pela Universidade do Minho. Os seus interesses de investigação estão centrados na promoção e comunicação para a saúde e na prevenção do cancro. Autora e fundadora do Stop Cancer Portugal - adotar um estilo de vida saudável.